Palmeiras deixou o campo sob vaias, mas o atacante avisa que nem sempre será possível superar os goleiros adversários

Leandro domina a bola durante o clássico contra o Santos. Desta vez ele não deixou a sua marca
Ricardo Saibun/ Gazeta Press
Leandro domina a bola durante o clássico contra o Santos. Desta vez ele não deixou a sua marca

Apesar de ter atacado mais, o Palmeiras não criou as melhores chances de gol contra o Santos. E a principal esperança para balançar as redes adversárias não deixou o Pacaembu chateado com o 0 a 0 deste domingo. Leandro avisou que nem sempre sua equipe vencerá os arqueiros adversários.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Tentamos, mas não é em todo jogo que vamos fazer gol nem sair com o resultado", limitou-se a dizer o atacante, segundos depois de os torcedores do Palmeiraso intensificarem as vaias para a equipe.

Veja também: Desfalcados, Palmeiras e Santos não saem do 0 a 0 no Pacaembu

O jogador não se incomodou nem com a soma de somente um ponto, que mantém o Palmeiras a três pontos do adversário e o tirou das quatro primeiras posições do Campeonato Paulista, saindo da zona da tabela que Gilson Kleina traçou como objetivo.

"O empate não foi ruim. Em um clássico, empate é sempre bom", contentou-se o atleta que mais vezes chutou a gol neste domingo - parou em seus chutes errados, tanto para fora quanto fracos nas mãos do goleiro Rafael.

Confira as imagens dos jogos pelos campeonatos estaduais neste domingo:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.