Apesar de a sua equipe não ter saído com a vitória, o técnico Muricy Ramalho se mostrou satisfeito com o resultado

Muricy Ramalho não contou com Neymar
Gazeta Press
Muricy Ramalho não contou com Neymar

Palmeiras e Santos ficaram no 0 a 0 na tarde deste domingo, no Pacaembu, no clássico da rodada do Campeonato Paulista. Mas, apesar de a sua equipe não ter saído com a vitória, o técnico Muricy Ramalho se mostrou satisfeito com o resultado. Na opinião do treinador, o empate foi justo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Mesmo com tantos desfalques, os santistas foram competitivos durante a partida. "Não fizemos um grande jogo, pois o nosso time estava desentrosado. Tínhamos muitos desfalques e mandamos a campo uma equipe que, por essa razão, não havia jogado junto. Tivemos chances para vencer, mas acho que o resultado foi justo", disse.

Muricy, que escalou o time santista no 4-3-3 e, no intervalo, sacou o jovem Neílton para a entrada do volante Alan Santos, dando maior suporte ao meio-campo, destacou principalmente o rendimento de seus comandados na etapa complementar.

Leia mais: Desfalcados, Palmeiras e Santos não saem do 0 a 0 no Pacaembu

"A gente poderia ter entrado com três zagueiros, colocando o Neto, mas não ia adiantar. Contra o Botafogo-SP, o Palmeiras teve mais posse de bola por causa disso. Seria complicado, a gente ia sofrer com isso. Sobre o Neílton, ele fez apenas o segundo jogo (nos profissionais), mas ainda não está totalmente ambientado. Depois, tiramos ele e colocamos o Alan Santos. A partir daí, tivemos mais posse de bola e chegamos mais ao ataque, com o Cícero e o Arouca. O Giva criou bastante também", comentou.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Mogi Mirim, quinta-feira, a partir das 19h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro. O meia Montillo e o atacante Neymar, que estão defendendo as suas respectivas Seleções - Argentina e Brasileira -, devem voltar contra o Mogi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.