Atlético-MG bate o Nacional e segue na cola do líder Cruzeiro

Por Gazeta | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Com o triunfo, o Atlético-MG chega a 18 pontos somados e permanece na segunda colocação, já que tem um ponto a menos do que o rival Cruzeiro

Após a vitória do Cruzeiro neste domingo, o Atlético-MG precisava da vitória para não deixar o rival celeste disparar na liderança do Campeonato Mineiro. Diante do Nacional de Nova Serrana, que ainda sonha com uma vaga na segunda fase, o Galo abriu o placar com Guilherme, permitiu o empate no segundo tempo, mas garantiu a vitória, por 3 a 1, com o garoto Bernard e o atacante Alecsandro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com o triunfo, o Atlético-MG chega a 18 pontos somados e permanece na segunda colocação, já que tem um ponto a menos do que o rival Cruzeiro. O Nova Serrana, por sua vez, é o sétimo colocado, com o oito pontos, quatro abaixo da zona de classificação para a próxima fase.

Leia mais: Cruzeiro vira no segundo tempo e continua na liderança no Mineiro

Na próxima rodada, o Atlético-MG volta a jogar no “alçapão” do Independência, diante do Tupi, no domingo de Páscoa, às 16 horas (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Nacional encara o Guarani de Divinópolis, na Arena do Calçado.

O jogo

Com a missão de deter o embalado Atlético-MG, o Nacional de Nova Serrana sofreu uma baixa logo no início da partida. Aos 11 minutos, Kanu deu um carrinho por trás sobre o garoto Bernard, que ficou caído no gramado. Sem ter cartão amarelo, o atacante do time da casa recebeu o vermelho direto, prejudicando o desempenho de sua equipe ao longo do jogo.

Mesmo com um jogador a mais, o Galo não conseguia encontrar espaços na defesa do Nacional, que passou a se defender durante o jogo. A melhor chance da equipe de Belo Horizonte aconteceu aos 34 minutos, quando Alecsandro fez o pivô, escorou para Leandro Donizete, que soltou a bomba. Rodrigo Posso se esticou e conseguiu fazer uma boa defesa.

Após o apito indicando o final do primeiro tempo, a arbitragem teve que receber a escolta da Polícia Militar para conseguir acessar os vestiários. Revoltados com a expulsão no início do jogo, os jogadores e membros da comissão técnica do Nacional cercavam o árbitro Emerson de Almeida Ferreira e reclamaram dos critérios utilizados.

Na volta do intervalo, Cuca decidiu mexer na equipe e colocou o atacante Guilherme no lugar de Luan. A modificação não demorou a ter resultado: logo aos dois minutos de jogo, o Atlético-MG conseguiu abrir o placar. Richarlyson avançou pela esquerda, fez o cruzamento rasteiro, Rodrigo Posso espalmou para o meio da área e Guilherme fez o primeiro do Galo em Patos de Minas.

Atrás do placar, o Nacional não demorou a responder e aproveitou o vacilo do sistema defensivo do Atlético-MG para igualar o marcador. Marcinho disparou pela direita, invadiu a área e tentou por cobertura. Vitor fez a defesa, mas a bola voltou para o jogador adversário, que apenas rolou para Caleb. Dentro da área, o jovem meia emendou de primeira e fez o primeiro do Nacional.

Superior no jogo, o Galo conseguiu desempatar a partida com a revelação Bernard. Guilherme iniciou a jogada e encontrou Alecsandro dentro da área. O centroavante dividiu com o goleiro e a bola sobrou para Bernard. O atacante atleticano cortou para o pé esquerdo e mandou para o fundo das redes.

Já nos acréscimos, aos 47 minutos do segundo tempo, o time da capital mineira ainda conseguiu ampliar o marcador. Pierre deu um lindo passe para Bernard, que entregou para Alecsandro dentro da área. O atacante mostrou tranquilidade e fez o terceiro do Galo, dando números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
NACIONAL 1 X 3 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Bernardo Queiroz, em Patos de Minas (MG)
Data: 24 de março de 2013 (domingo)
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (CBF/FMF)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (CBF/FMF) e Ricardo Vieira Rodrigues (CBF/FMF)
Cartões Amarelos: Mancuso (Nacional), Guilherme, Pierre e Leonardo Silva (Atlético-MG)
Cartões Vermelhos: Kanu (Nacional)
Gols:
ATLÉTICO-MG: Guilherme, aos dois, Bernard, aos 34, e Alecsandro, aos 47 minutos do segundo tempo
NACIONAL: Caleb, aos 12 minutos do segundo tempo

NACIONAL: Rodrigo Posso; Luisinho (André), Claudio Luiz, Luizão e Wanderson; Mancuso (Maranhão), Marcão, Thiago Santos e Caleb; Kanu e Vanderlei (Marcinho)
Técnico: Alexandre Grasseli

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos Cesar (Michel), Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Luan (Guilherme) e Bernard; Tardelli e Alecsandro
Técnico: Cuca

Leia tudo sobre: Atlético-MGCampeonato Mineiro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas