Ausente no último jogo por causa de um problema muscular na coxa, goleiro aprova atuação do companheiro na vitória sobre o América de Teófilo Otoni

Ausente do embate entre Atlético-MG e América de Teófilo Otoni na última quarta-feira por causa de dores musculares na coxa esquerda, o goleiro Victor elogiou seu substituto. Giovanni assumiu o posto e não sofreu gols no triunfo por 2 a 0. Satisfeito com a atuação do concorrente, Victor destacou a força do elenco comandado pelo treinador Cuca e projetou disputa acirrada entre seus companheiros para o restante da atual temporada.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Felizmente, o Giovanni fez uma grande partida. Troquei mensagens com ele depois do jogo, parabenizando pela atuação. Ele foi extremamente seguro e tranquilo, nos ajudando a garantir o resultado", disse.

O confronto do meio desta semana foi o único que Victor não entrou em campo em 2013. O goleiro participou das nove partidas anteriores e foi peça fundamental para o Atlético-MG garantir vaga nas oitavas de final da Libertadores. Com 100 % de aproveitamento até este momento no Grupo 3 do torneio continental, o time triunfou diante de São Paulo, Arsenal de Sarandí (Argentina) e The Strongest (Bolívia).

"O Atlético tem um grupo muito forte e, quando você disputa competições simultâneas, a força da equipe é que faz a diferença. Hoje, o Cuca não encontra problema na hora de poupar seus jogadores, pois os que entram querem buscar seu espaço e dão seu máximo dentro de campo", completou.

O próximo compromisso da equipe será neste domingo, às 18h30 (de Brasília), quando mede forças com o Nacional, no estádio Bernardo Queiroz, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. O Atlético-MG é o segundo colocado na tabela de classificação do torneio estadual, com 15 pontos, tendo um ponto de desvantagem em relação ao líder, Cruzeiro.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.