Brunoro nega interesse em Adriano e abre as portas do clube para Marcelo Moreno

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em entrevista à rádio "Bradesco Esportes", diretor executivo do Palmeiras revela pedido de desculpas do atacante do Grêmio pelas declarações do pai

Não existem negociações em andamento entre Palmeiras e Adriano. Em entrevista nesta sexta-feira à rádio Bradesco Esportes, o diretor executivo do clube, José Carlos Brunoro, confirmou que chegou a ser procurado pelos agentes do atacante, mas esclareceu que as conversas não se alongaram.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O assunto Adriano foi caso passado e já foi deixado de lado, já foi esquecido", disse Brunoro. Com a ressalva de que o atacante poderia fazer parte até mesmo da seleção brasileira se estivesse em condições ideais, o diretor palmeirense apontou o fato de o jogador estar distante da melhor forma física como um dos motivos pelos quais a negociação não evoluiu.

Adriano coloca foto em rede social para mostrar boa forma. Foto: ReproduçãoAdriano veste a camisa do Atlético-PR. Foto: DivulgaçãoAntes do Atlético-PR, último clube de Adriano foi o Flamengo. A terceira passagem pelo clube terminou sem que ele entrasse em campo . Foto: VipcommAdriano coleciona polêmicas. Ele foi flagrado em balada um dia antes de faltar a treino do Flamengo. Foto: Reprodução/FacebookAdriano treina no Flamengo após se recuperar de cirurgia no calcanhar. Foto: VipcommAdriano retirou os pontos da operação no tendão de Aquiles. Foto: DivulgaçãoO clássico contra o Santos, em março de 2012, foi a última partida de Adriano no Corinthians. Foto: Gazeta PressAdriano corre para comemorar gol marcado contra o Botafogo-SP, no dia 25/2/2012, o último antes de operar o calcanhar. Foto: Gazeta PressAdriano foi o grande nome da conquista do título pelo Flamengo, em 2009. Foto: AEAdriano ainda voltou para a Inter, mas seguiu com problemas, abandonou o time e decidiu dar um tempo na carreira em 2009. Foto: Getty ImagesTrês semanas depois, Adriano resolveu voltar a jogar e assinou com o Flamengo, no final de abril de 2009. Foto: Gazeta PressCrise começou em 2006, com a morte do paí. Depois de problemas com bebidas, ele se recuperou no Brasil e jogou no São Paulo no primeiro semestre de 2008. Foto: Gazeta PressAdriano colecinou títulos com camisa da Inter de Milão como duas Copa da Itália e quatro taças do Italiano. Foto: Getty ImagesEle deixou a sua marca na Copa de 2006 e fez gol na partida diante da Austrália. Foto: Getty ImagesMas a Copa de 2006 acabou na derrota para a França, nas quartas de final. Adriano ainda exibia boa forma naquela época. Foto: Getty ImagesAdriano foi convocado pela seleção brasileira até 2009 (foto), mas acabou fora da Copa de 2010. Foto: Getty ImagesAdriano comemora gol para o Brasil na final da Copa das Confederações contra a Argentina, em 2005. Foto: Getty Images

Brunoro ainda foi questionado sobre a possibilidade de o Palmeiras aceitar contar com o atacante Marcelo Moreno, mesmo após as ofensas feitas pelo pai e empresário do atleta ao clube. "O pai dele não entra em campo, né?", disse, antes de revelar: "O Marcelo Moreno me mandou uma mensagem por celular pedindo desculpas sobre o que o pai falou."

As ofensas foram feitas pelo pai de Marcelo Moreno no início de fevereiro, quando a ida do atacante argentino Barcos para o Grêmio foi sacramentada. Moreno seria um dos cinco jogadores do clube gaúcho envolvidos na troca, ao lado de Léo Gago, Vilson, Leandro e Rondinelly. Mas o pai do atleta afirmou que o filho não jogaria em um "time fracassado".

Leia tudo sobre: PalmeirasJosé Carlos BrunoroAdrianoMarcelo Moreno

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas