Leandro minimiza artilharia, mas ensina: "Só faz gol quem chuta"

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante do Palmeiras, que fez sua primeira partida como titular do time paulista, já tem quatro gols pelo clube

Fernando Dantas/Gazeta Press
Leandro comemora gol do Palmeiras na vitória contra o Botafogo-SP

Barcos foi embora, Kleber ainda não agradou e Vinicius só fez três gols em 60 jogos como profissional, mas o Palmeiras já não tem o zagueiro Henrique como único artilheiro no ano. Leandro balançou as redes quatro vezes em cinco partidas e já se igualou ao capitão. E, embora não se empolgue com a marca, ressalta que tem a qualidade necessária para um atacante: a ousadia de arriscar.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Em todos os jogos você tem que arriscar. Quem quer fazer o gol tem que chutar", disse o jogador de 19 anos, que foi emprestado pelo Grêmio até 31 de dezembro por ser envolvido na negociação que levou Barcos ao Rio Grande do Sul. E já adota um tom de ensinamento diante da má fase do ataque palmeirense.

Leia mais: Leandro marca dois e dá vitória para o Palmeiras diante do Botafogo-SP

O primeiro gol do atleta nesta noite comprova que sua tese pode dar certo. Aos cinco minutos de partida, ele arrematou da entrada da área. O disparou foi para o meio do gol, mas o goleiro Rafael, ao tentar defender, acabou rebatendo a bola dentro das redes. O lance deu tranquilidade e confiança para Leandro fazer o segundo batendo com qualidade, tirando do camisa 1 adversário, aos três minutos do segundo tempo.

"Fico feliz pelos gols, a sensação é maravilhosa. Mas estou buscando meu espaço a cada dia, em cada treino e jogo. Ainda não conquistei nada", ressaltou Leandro, que vem suprindo a ausência de Barcos, já que graças a gols dele o Verdão venceu o União Barbarense por 1 a 0 e empatou com o São Caetano por 1 a 1 no domingo antes de somar três pontos nos 2 a 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto nesta quarta-feira.

Desde a venda do argentino, além de Leandro, Vinicius foi o único atacante a marcar gol, e só uma vez, contra o Corinthians. Mas Leandro minimiza o fato. "Nosso grupo está fechado, unido. Lutamos o jogo inteiro e fomos premiados com a vitória contra o Botafogo."

Tímido nas entrevistas, Leandro prefere dar mais valor às consequências de seus gols na tabela de classificação. "Agradeço a Deus por tudo que tem feito, Ele vem me abençoando muito na vida. E conseguimos os três pontos, que é o mais importante", comemorou.

Leia tudo sobre: leandropalmeirasigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas