"Chateado" com demissão, Dorival diz entender diretoria do Flamengo

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Salário foi o motivo apresentado pela administração do clube para selar a demissão do treinador, que aconteceu no último sábado

André Luiz Mello / Agência O Dia
Dorival Júnior, ex-técnico do Flamengo

O técnico Dorival Júnior, demitido pela diretoria do Flamengo no último sábado, concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira, no prédio onde mora, na Barra da Tijuca, para explicar a saída do clube. O treinador se mostrou chateado com a decisão dos dirigentes.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Natural que eu esteja chateado. Entrei de corpo e alma nesse projeto. Fui pego de surpresa, mas entendo a diretoria. O trabalho estava andando a passos maiores do que no início", disse o treinador.

Dorival negou que tenha havido algum tipo de atrito com a atual diretoria, que assumiu o clube no fim do ano passado. "Nunca tivemos atrito. Em termos de rendimento, nos últimos quatro, cinco meses, poucas equipes alcançaram os mesmos resultados. Com o Paulo Pelaipe (diretor executivo de futebol do Flamengo), a relação sempre foi respeitosa também. Tudo que acontecia no dia a dia no campo, ele me passava, para que mantivéssemos tudo sob controle", afirmou.

O salário de Dorival Júnior foi o motivo apresentado pela diretoria para selar a demissão. "Entendo o discurso da diretoria. Eles iniciaram agora um trabalho no clube, mas nós tínhamos um projeto. Gostaria de ter permanecido. Sempre acreditei e confiei no trabalho", disse Dorival.

Dorival não acredita que o título da Taça Guanabara seria capaz de mudar a postura da diretoria. O Rubro-Negro foi eliminado na semifinal do primeiro turno do Campeonato Carioca, derrotado pelo Botafogo, por 2 a 0.

"Mesmo com a conquista, acredito que não haveria outra posição. A diretoria está seguindo uma linha. Se eu tivesse continuado, fatalmente daria certo em algum momento. Antes do início do campeonato (Carioca), todos vocês tinham desconfiança em relação ao time. Depois, todos elevaram o time à condição de favorito".

*Com Gazeta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas