Raí aponta Ganso como concorrente de Kaká e Ronaldinho na seleção

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O ídolo são-paulino acredita que o atual camisa 8 do clube do Morumbi vai brigar por uma vaga na seleção de Luiz Felipe Scolari

Getty Images
Raí recebe o prêmio Laureus por seu trabalho com a Fundação Gol de Letra

Apesar do mau momento no São Paulo, o meia Paulo Henrique Ganso ainda é visto por alguns colegas de profissão como um bom nome para a seleção brasileira de Luiz Felipe Scolari. Quem também pensa assim é o ídolo são-paulino Raí, que apontou o jogador como um bom concorrente para Kaká e Ronaldinho Gaúcho por uma vaga no meio-campo do Brasil.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O Ganso, se subir de produção, tem de ser convocado também", palpitou Raí, ciente de que Felipão tem promovido uma disputa entre Kaká e Ronaldinho no setor. "São dois jogadores experientes. Acho que o Felipão não leva os dois juntos porque não quer que a média de idade do time fique muito alta. Força física é importante hoje em dia. Mas tudo também depende do que os mais jovens mostrarem", explicou.

Preocupado em dar mais experiência à seleção, Felipão apostou em Ronaldinho na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra e deverá convocá-lo novamente no amistoso contra o Chile, em 24 de abril, no Mineirão. Já Kaká será reserva diante da Itália, nesta quinta-feira, na Suíça, e tem boas chances de atuar como titular diante da Rússia, no dia 25, em Londres.

E mais: Felipão mantém Kaká no banco e confirma seleção com três atacantes

Seja com Kaká, Ronaldinho ou Ganso - e até mesmo com todos juntos -, Raí está preocupado com o momento atual da seleção brasileira. "Há alguns anos, o Brasil formava um time de uma hora para outra e já era visto como favorito. Não é mais assim. Hoje, seleções como Argentina, Espanha e Alemanha estão reconhecidamente à nossa frente", analisou.

Ex-companheiro de Raí no São Paulo, o também aposentado Cafu concordou que a missão de Felipão até a Copa do Mundo de 2014. "O principal desafio é montar um time. Está muito complicado, pois o tempo é curtíssimo. Precisamos correr para conseguir alguma coisa", advertiu.

Mais ponderado, Raí aconselhou: "O jeito é aproveitar todas as oportunidades que tivermos para ir moldando o time, como a Copa das Confederações. Assim, melhoraremos até a Copa do Mundo e, no decorrer da competição, poderemos ganhar confiança com o apoio da torcida para fazer frente aos favoritos de hoje".

Leia tudo sobre: RaíGansoRonaldinhoKakáSeleção Brasileirasão paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas