Com edema na coxa, Marcos Assunção é desfalque contra o Mirassol

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Volante não defenderá o Santos na partida desta quinta-feira, pelo Paulistão

Ivan Storti/Flickr Santos FC
Marcos Assunção está com dores no músculo adutor da coxa direita

O volante Marcos Assunção desfalcará o Santos na partida contra o Mirassol, nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), na Vila Belmiro. O experiente jogador, que deixou o treino realizado na manhã desta terça-feira, no CT Rei Pelé, com dores no músculo adutor da coxa direita, passou por avaliação do departamento médico do clube praiano e teve um edema detectado na região.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A lesão aconteceu durante o coletivo envolvendo os reservas santistas e o sub-20 do clube. Após cobrar dois escanteios na atividade, Assunção sentiu dores na coxa e deixou o treinamento, seguindo imediatamente para o Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação para Atletas de Futebol), onde iniciou o trabalho de fisioterapia.

O Santos informou ainda que, na tarde desta terça-feira, o volante fez nova sessão de fisioterapia e continuará em tratamento até estar em condições de ser aproveitado pela comissão técnica novamente.

Veja também: Renê Júnior sonha quer melhor futebol do Santos no Paulista

Com Marcos Assunção descartado para atuar diante do Mirassol, a tendência é que o técnico Muricy Ramalho escolha Alan Santos para a vaga deixada pelo meia Cícero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Mas Pinga está na disputa e também tem chances de ser escalado contra o Mirassol.

Além de Cícero e de Assunção, Muricy também não poderá contar com o meia Montillo e o atacante Neymar, já que ambos estão a serviço de suas respectivas seleções nacionais. O atacante está com a seleção brasileira para os amistosos contra a Itália, quinta-feira, em Genebra, na Suíça, e Rússia, na próxima segunda-feira, em Londres, na Inglaterra. O camisa 10 do Santos, por sua vez, irá defender a Argentina nos compromissos diante da Venezuela, sexta-feira, em Buenos Aires, e Bolívia, quatro dias depois, em La Paz, pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

* Com Gazeta Esportiva

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas