Uefa estuda punir Inter de Milão por ofensas racistas contra Adebayor

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogador do Tottenham foi alvo de insultos racistas na partida válida pelas oitavas de final da Liga Europa, na última quinta-feira

Antonio Calanni/AP
Adebayor é festejado após marcar gol do Tottenham contra a Inter de Milão

A Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) anunciou, nesta segunda-feira, que estuda abrir um processo disciplinar contra a Inter de Milão, após relatos de que o atacante Emamanuel Adebayor, do Tottenham, foi alvo de insultos racistas na partida válida pelas oitavas de final da Liga Europa, na última quinta-feira, no Giuseppe Meazza.

O atacante togolês, que na prorrogação marcou o gol que garantiu a classificação à equipe inglesa, teria sido insultado por vozes que imitavam o som emitido pelos macacos e uma banana inflável, mostrada por um torcedor presente na arquibancada.

"Era muito, mas muito fácil ouvir (as ofensas). Tenho certeza que a Uefa vai tomar alguma providência. É difícil para a Inter de Milão porque é algo que já aconteceu antes. Não tem nada a ver com o jogo, mas é algo que poderia ter sido evitado ", disse o técnico dos Spurs, André Villas-Boas, depois da partida.

Em entrevista ao canal Sky Sports, o director de futebol do Tottenham, Darren Eales, reforçou a posição do treinador português. "Eu acho importante que a Uefa lidere esse movimento (de combate ao racismo)".

"Isso é terrível, e não tem espaço no futebol. É um problema que o futebol vem enfrentando há muito tempo. Na Inglaterra, fazendo uma reflexão, eu acho que talvez a gente esteja melhor do que em outros países", disse Eales.

Leia tudo sobre: internazionalefutebol mundialitáliatottenhaminglaterraracismo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas