Técnico espera resgatar Totti para reforçar a Itália na Copa de 2014

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Cesare Prandelli, comandante da seleção italiana, promete que analisará as condições físicas do veterano atacante ao elaborar a lista de convocados para o Mundial

AP
Francesco Totti, atacante da Roma

O técnico Cesare Prandelli foi seduzido pela boa fase de Francesco Totti e já cogita elaborar um plano para resgatar o experiente atleta de sua aposentadoria da seleção da Itália. Após o ídolo da Roma se tornar o segundo maior artilheiro da história do campeonato italiano, o comandante prometeu que acompanhará as suas atuações e analisará as suas condições físicas antes de elaborar a lista dos atletas convocados para a Copa do Mundo de 2014.

Totti deveria ser convocado pela Itália para a Copa do Mundo de 2014? Comente

"Estou procurando novos talentos na faixa de 20 anos, mas Totti é diferente. Somos obrigados a nos manter atentos enquanto ele estiver jogando feito um garoto. Se nos classificarmos para a Copa do Mundo, avaliarei a forma dele nesta altura", garantiu Prandelli.

Leia mais sobre futebol italiano no blog Tripletta

Totti ajudou a Itália a conquistar o título mundial de 2006 e anunciou a sua aposentadoria da seleção no ano seguinte. Na ocasião, o atleta disse que estava cansado da rotina estressante de treinos e preferia ficar mais tempo com os seus familiares. O atleta contabiliza 58 convocações para o time nacional e anotou nove gols vestindo a camisa da seleção italiana.

Sem contar com o veterano atleta da Roma, Prandelli elaborou a escalação ideal para disputar o amistoso desta quinta-feira, contra a seleção brasileira, em Genebra. A partida marcará a estreia do novo uniforme da esquadra europeia e contará com uma série de jovens revelações do esporte nacional. Para o treinador, a sua lista une os principais nomes do futebol italiano na atualidade.

"Eu não consigo ver jogadores que estejam em um momento melhor do que os convocados para esta partida", sentenciou o comandante, que, além de medir forças com o Brasil, também precisará superar a seleção de Malta, no dia 26. A partida valerá pelas Eliminatórias para o Mundial de 2014 e poderá tornar a situação da equipe ainda mais confortável no Grupo B. O time de Prandelli é o líder, com dez pontos, enquanto os rivais ocupam a lanterna, sem nenhum ponto somado.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: Futebol MundialItáliaTottiRomaCesare PrandelliCopa 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas