Vasco junta os cacos para bater Volta Redonda em estreia na Taça Rio

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Após perder a final da Guanabara para o Botafogo, equipe comandada pelo técnico Gaúcho joga diante do Volta Redonda

Uma semana depois de ter sido derrotado pelo Botafogo por 1 a 0 na final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, o Vasco junta os cacos para estrear neste domingo, às 16 horas (de Brasília), na Taça Rio, segundo turno da competição. A partida será disputada em São Januário e colocará o Volta Redonda como rival dos cruz-maltinos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Uanderson Fernandes / Agência O Dia
Gaúcho, técnico do Vasco

A semana foi complicada para o time comandado pelo técnico Gaúcho. A pressão exercida pelos torcedores por mais uma derrota em decisões fez esta segunda etapa do Carioca adotar um peso ainda maior para o Vasco. O time foi vice-campeão nos últimos quatro turnos da competição e o fato virou motivo de chacota entre as torcidas rivais.

Gaúcho também teve uma semana muito mais de psicólogo do que de treinador de futebol. Teve que levantar o moral do elenco, cobrar mais empenho durante os treinos e mostrar que é possível ganhar a Taça Rio e reencontrar o Botafogo na decisão do Estadual. O comandante, mesmo tendo sentido o golpe de domingo passado, garante que está confiante.

"Realmente fiquei muito triste contra o Botafogo, mas isso para mim já é passado e estamos focados no Volta Redonda. Conversei com os atletas sobre a importância de começarmos bem a competição e conquistarmos um triunfo neste domingo. Assim, o que aconteceu na Taça Guanabara vai ficar para trás e vamos conseguir olhar de vez para frente", declarou Gaúcho.

Além disso, o grupo de jogadores reconhece que recomeçar depois de um trauma é complicado, mas garante que está confiante em melhores resultados na Taça Rio. "É muita desconfiança para cima do nosso trabalho. Pegamos times que já estão com elenco há muito tempo, com uma base montada, e a maioria dos jogadores não jogaram muito ano passado. Mas estamos no caminho certo, agora é levantar a cabeça. A partida contra o Volta Redonda passou a ser uma excelente oportunidade para reagirmos", disse Pedro Ken.O time também espera contar com intenso apoio da torcida neste domingo. "A nossa torcida foi no domingo, apoiou, mas, infelizmente, não conseguimos dar o resultado que ela esperava. Mas deu para ver que não faltou empenho e é importante que ela esteja do nosso lado. Temos que começar bem contra o Volta Redonda para seguir dentro dos nossos objetivos. Podemos garantir que vamos, mais uma vez, lutar muito pela vitória", completou o meia Carlos Alberto.

O Vasco terá novidades na escalação. O volante Sandro Silva finalmente teve a sua documentação regularizada e vai estrear neste ano. Com o lateral esquerdo Thiago Feltri vetado, por conta de um derrame no joelho esquerdo, o volante Wendel foi improvisado no posto. Porém nem todos que participaram da derrota de domingo seguem no time. O volante Abuda e o meia Bernardo foram barrados. Assim, Fellipe Bastos e Dakson disputam vaga no meio, enquanto Romário ganha uma oportunidade no ataque. Isso porque os atacantes Leonardo, com tendinite nos dois joelhos, e Carlos Tenorio, com edema na panturrilha esquerda, continuam vetados.

Pelo lado do Volta Redonda existe a necessidade de melhorar o aproveitamento em relação à Taça Guanabara, onde o time entrou sonhando com a vaga nas semifinais e somou apenas seis pontos, ficando em quinto lugar e muito perto da zona de rebaixamento. O técnico Cairo Lima aposta no período de preparação para ver sua equipe brilhar a partir de agora.

"Nós conseguimos trabalhar bastante algumas deficiências que percebi no fim da Taça Guanabara. Nos jogos-treinos consegui ver mais movimentação e também a valorização da posse de bola. Tenho certeza de que vamos conseguir colocar isso em prática a partir de agora e já diante do Vasco os resultados podem aparecer. Sei que é difícil jogar em São Januário e contra um grande adversário. Mas, ao mesmo tempo, esse tipo de estreia pode ser uma bela oportunidade de começar com o pé direito", analisou o comandante.

Em termos de time, o Volta Redonda vai manter a base que disputou a Taça Guanabara, mas aposta em um maior entrosamento de seu quarteto ofensivo, composto por Geraldo, Marcelo Régis, Josiel e Frontini. Entre os reforços, o principal nome é o lateral direito Lorran, que já teve passagem por Atlético-PR e Internacional antes de se firmar como titular do Voltaço.

FICHA TÉCNICA
VASCO X VOLTA REDONDA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de março de 2013 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Lilian Fernandes Bruno (RJ) e Andréa Marcelino de Sá (RJ)

VASCO: Alessandro, Nei, Dedé, Renato Silva e Wendel; Sandro Silva, Pedro Ken, Fellipe Bastos (Dakson) e Carlos Alberto; Eder Luis e Romário
Técnico: Gaúcho

VOLTA REDONDA: Gatti, Lorran, Leonardo, André Alves e Edu Pina; Bruno Barra, Zé Augusto, Geraldo e Marcelo Régis; Josiel e Frontini
Técnico: Cairo Lima

Leia tudo sobre: VascoVolta Redonda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas