Diretor de futebol do Flamengo disse que não tem divergências com o treinador e quer trazer reforços para o clube na disputa da Copa do Brasil

O diretor de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe, veio a público para esclarecer que não tem nenhum problema com Dorival Júnior. Quando o dirigente foi contratado, muito se falou que ele pretendia demitir o treinador para contratar seu amigo Mano Menezes, desempregado desde que foi dispensado da seleção brasileira. A derrota para o Resende por 3 a 2 fez o assunto voltar à tona.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Paulo Pelaipe, diretor de futebol do Flamengo
Divulgação
Paulo Pelaipe, diretor de futebol do Flamengo

"Estamos trabalhando e temos um projeto. Continuaremos na luta para formarmos uma equipe competitiva. O resultado contra o Resende não foi o esperado, mas continuamos trabalhando sempre buscando o melhor. Tem saído na imprensa que tenho divergência com o Dorival, quero deixar claro que isso não existe. Me fizeram uma pergunta sobre os jogadores que ficaram no banco contra o Botafogo e eu respondi que recebo para dirigir o futebol e o Dorival para escalar a equipe. Quem monta o time é o treinador, não existe controvérsia nisso", disse Pelaipe nesta sexta.

Além disso, o treinador reafirmou que não serão feitas contratações para o Campeonato Carioca, embora tenha garantido que novos jogadores devem chegar no segundo semestre.

Leia mais: Renato Santos e Ibson discutem em treino do Flamengo

"Este é o elenco que vai disputar o Carioca. Nunca neguei que para a Copa do Brasil e para o Brasileiro iremos reforçar o elenco com até quatro jogadores com nível para serem titulares do Flamengo. O clube vive uma realidade e não vamos nos afastar dela. Só traremos jogadores que poderemos pagar. A torcida tem que entender isso. Podemos estar vivendo um momento mais complicado, mas em breve vamos fazer as contratações que queremos", encerrou o diretor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.