Equipe ganhou prêmio por jogo jogo limpo na conquista da Libertadores de 2012 e técnico exige a mesma postura neste ano

Tite orienta time no intervalo do duelo com o Tijuana
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Tite orienta time no intervalo do duelo com o Tijuana

A Libertadores de 2012 conquistada pelo Corinthians teve um detalhe que o técnico Tite adora valorizar. Além do título, seu time venceu o prêmio de equipe mais leal da competição . Com mais uma vitória nesta edição, desta vez contra o Tijuana, o treinador reiterou que não basta vencer. "Tem de vencer jogando com lealdade, sendo melhor na bola. Esse é o nosso DNA", explicou.

Relembre: Campanha limpa rende troféu Fair Play da Libertadores ao Corinthians

Em 2012 o Corinthians nem foi tão leal nos números. Foram 27 cartões amarelos e três vermelhos em 14 partidas da competição. Ainda assim foi a equipe que teve a menor média de cartões recebidos. Neste ano, após quatro jogos, a equipe tem nove cartões amarelos recebidos, um terço dos recebidos em 2012, mas com menos da metade dos jogos. 

"O que a gente tem que fazer é o que a gente sempre fez. É a nossa essência. No intervalo eu pedi para que não mudassem a postura. Estávamos com quatro pontos contra o Tijuana com nove, mas somos uma equipe campeã do mundial e vai continuar sendo a mais disciplinada e com a qualidade técnica que tem ela vai fazer por merecer para vencer", disse Tite.

Além do prêmio fair play recebido após a conquista da Libertadores, o Corinthians também tem acumulado sido o mais leal nesta edição do Campeonato Paulista. Foram apenas 17 amarelos em 11 jogos. Nenhum vermelho. "Somos a equipe mais disciplinada no Paulista também. Competimos, mas sem ser desleal com o adversário. E assim vamos continuar sendo", disse o treinador corintiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.