Partida ocorrerá no início de abril e a renda será destinada aos parentes de Kevin Espada, que morreu em 22 de fevereiro, vítima de um sinalizador, no jogo entre San José e Corinthians

A CBF confirmou nesta terça-feira a realização de um amistoso entre as seleções do Brasil e da Bolívia, no início de abril, cuja arrecadação será destinada à família do torcedor boliviano Kevin Espada, de 14 anos, que morreu no dia 22 de fevereiro, atingido por um sinalizador na partida entre Corinthians e San José, na cidade de Oruro, pela rodada de abertura da fase de grupos da Copa Libertadores. A informação foi dada pelo "Jornal Nacional", da TV Globo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O acerto foi feito entre o presidente da CBF, José Maria Marin, e a federação boliviana, que já havia solicitado a realização de um jogo amistoso para ajudar a família de Kevin. O próprio Corinthians chegou a falar na possibilidade de destinar a renda de uma de suas partidas para a família do torcedor do San José.

Leia também: No dia de julgamento dos 12 presos em Oruro, corintianos protestam na Paulista

Mesmo com o site oficial da CBF ainda não confirmando a realização do amistoso, o jogo acontecerá no dia 5 ou 6 de abril (a confirmação deverá ocorrer nesta quarta-feira) e a seleção brasileira será formada apenas por jogadores que atuam no Brasil. Segundo Marin, a partida ocorrerá na cidade de Santa Cruz de La Sierra.

Veja também: Justiça da Bolívia nega liberdade aos 12 corintianos presos no país

O principal obstáculo para a realização do amistoso é o apertado calendário do futebol brasileiro. Se a partida ocorrer no dia 5, uma sexta-feira, não respeitará o intervalo de 72 horas que os atletas precisam respeitar entre duas partidas - estão previstos jogos pela Libertadores e estaduais dois dias antes. Se for no dia 6, a data irá coincidir com as rodadas dos campeonatos estaduais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.