Atlético-MG encara o Strongest e a altitude para seguir 100% na Libertadores

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Time mineiro venceu todos os seus três jogos até aqui e pega a equipe boliviana fora de casa

Líder do Grupo 3 da Libertadores, o Atlético-MG tem apresentado um futebol de bom nível técnico na principal competição das Américas, mas o Galo terá adversários fora das quatro linhas nesta quarta-feira, que terão que ser superados para a equipe manter os 100% de aproveitamento. Os mineiros vão encarar os bolivianos do The Strongest, às 22 horas (de Brasília), no estádio Hernando Siles, localizado na altitude de 3.600 metros de La Paz.

Christyam de Lima/Futura Press
Ronaldinho Gaúcho foi o destaque da vitória da equipe mineira sobre o The Strongest

Para superar o fantasma da altitude, a delegação do Atlético-MG optou por chegar à Bolívia com antecedência, para que os atletas não sintam tanto os efeitos de jogar em La Paz. O Galo chegou em território boliviano no último sábado, e desde então a comissão técnica tem tentando minimizar os problemas.

O goleiro Victor é um dos jogadores que precisará ter mais atenção, isso porque, a bola costuma ganhar mais velocidade. "A velocidade é bastante diferente, a trajetória da bola também é diferente, mas isso já sabíamos e viemos prevenidos", disse Victor, que quer o Galo atuando com inteligência para evitar o desgaste excessivo.

"É um jogo para se jogar com inteligência e maturidade para não ter o desgaste físico desnecessário. É um jogo diferente, numa atmosfera diferente da que estamos habituados. Não podemos correr errado como se diz no futebol, até para evitar o desgaste que pode fazer falta no transcorrer da partida", disse.

Sem desfalques, o técnico Cuca vai repetir a mesma formação que venceu o The Strongest, na última quarta-feira, no estádio Independência. O meia-atacante Bernard, que na ocasião jogou com uma amigdalite, ainda não está totalmente recuperado, mas já apresenta uma melhora significativa. O craque Ronaldinho Gaúcho, que tem arrastado multidões de fãs em La Paz é a maior esperança do Atlético-MG para vencer e garantir classificação antecipada.

Terceiro colocado no Grupo 3 com três pontos em três jogos, o The Strongest aposta nos jogos em casa para pontuar e conseguir o acesso para oitavas de final da Libertadores. O time boliviano fará as duas próximas partidas no estádio Hernando Siles, contra Atlético-MG e São Paulo, se vencer pode conseguir a vaga perdendo todos os jogos sem o reforço da altitude.

Mesmo jogando com o mando de campo, o treinador do The Strongest, Eduardo Villegas, espera muitas dificuldades contra o Galo, e já declarou que vai fazer marcação especifica para diminuir os espaços do Atlético-MG. "Teremos um pouco mais de atenção para não dar tantos espaços, para que ele (Ronaldinho) não tenha espaço para receber a bola e provocar os danos que provocou em nossa equipe em Belo Horizonte", disse.

Villegas não esconde a preocupação com Ronaldinho, mas deixa claro que o Atlético-MG tem outras peças individuais que podem desequilibrar o jogo em favor dos brasileiros. "Vamos ter um cuidado especial, mais restrito, por que o futebol de qualidade passa por ele", comentou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X THE STRONGEST-BOL

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz (BOL)
Data: 13 de março de 2013 (quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Julio Quintana (PAR)
Assistentes: Carlos Cáceres (PAR) e Eduardo Cardozo (PAR)

THE STRONGEST-BOL: Vaca; Bejarano, Mendez, Barrera e Torrico; Veizaga, Soliz, Chumacero e Cristaldo; Pablo Escobar e Reina
Técnico: Eduardo Villegas

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Júnior César; Pierre, Leandro Donizete, Bernard e Ronaldinho; Diego Tardelli e Jô
Técnico: Cuca

Leia tudo sobre: Atlético-MGThe StrongestLibertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas