Ao custo de R$ 15 milhões, Arena Palestra terá 64 câmeras contra vândalos

A WTorre, construtora que está erguendo o estádio do Palmeiras, informa que irá instalar um sistema para identificar baderneiros durante os jogos

iG São Paulo * |


No momento em que a diretoria do Palmeiras se esforça para combater os atos de violência de sua torcida, a construtora responsável pela reforma da Arena Palestra Itália informou que o estádio terá um moderno sistema com 64 câmeras, capazes de identificar baderneiros nos jogos de futebol.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O diretor de novos negócios da WTorre, Rogério Dezembro, explicou que o investimento de R$ 15 milhões resultará na instalação de equipamentos até mais eficientes do que os exigidos pela Fifa.

"Essas câmeras realizam um reconhecimento facial de altíssima definição. Para ter certeza da segurança oferecida na Nova Arena, decidimos ir muito além do que a Fifa exige e instalar esse tipo de câmera. Será uma espécie de 'Big Brother' e vai permitir identificar comportamentos fora do padrão imediatamente. Vamos mudar o conceito de segurança nos estádios", afirmou.

Veja também: Construtora começa a montar cobertura da Arena Palestra. Veja fotos

Apesar de a capacidade da Arena ser de 45 mil torcedores, as câmeras seriam suficientes para reconhecer os rostos de mais de 60 mil visitantes, enviando-os para as equipes de segurança e a Polícia Militar. O sistema, que será importado dos Estados Unidos ou de Israel, já é utilizado em aeroportos do exterior.

O programa instalado permitirá a identificação de atitudes fora do padrão, armazenando as imagens dos rostos para possíveis comparações futuras, até mesmo em caso de mudanças na aparência da mesma pessoa.

Leia também: Novo estádio poderá render U$ 1 bilhão em 30 anos

"Em um jogo de futebol, o sistema identifica a vibração da torcida. Se houver uma briga, o padrão comportamental muda e o sistema chama a atenção, permitindo uma rápida ação de controle. Nesta arena, os atos de violência ou vandalismo não passarão despercebidos e nem impunes", acrescentou o dirigente.

Em reforma desde 2010, a Arena Palestra Itália está com 63% das obras concluídas e tem previsão de ser reinaugurada até dezembro deste ano. A construtora está iniciando a etapa de instalação de equipamentos na casa do Palmeiras.

* Com Gazeta Esportiva

    Leia tudo sobre: palmeirasarena palestra itáliaestádiosigsp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG