Zizao agradece ao Corinthians por convocação e avisa que quer ficar

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar de ser pouco utilizado pelo técnico Tite durante a temporada, atacante chinês foi chamado para defender a seleção do seu país

Gazeta Press
Zizao em ação pelo Corinthians

Chen Zizao agora é um jogador de seleção. Convocado para defender a China contra o Iraque, em 22 de março, o meia-atacante demonstrou alegria após participar do treinamento do Corinthians - durante a atividade, permaneceu sisudo - da tarde desta segunda-feira. "Estou feliz", repetiu diversas vezes, com muitas dificuldades para se comunicar em português.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A alegria de Zizao só pareceu abalada quando a pergunta foi sobre o seu baixo aproveitamento no Corinthians. O chinês disputou parte de um jogo no ano passado, a derrota para o Cruzeiro, e só participou das rodadas iniciais do Campeonato Paulista porque titulares e alguns reservas eram preservados pelo técnico Tite.

"Quero ficar no Brasil", avisou o selecionável, aparentemente emburrado, mas sem querer externar nenhuma irritação por atuar pouco por sua equipe. "Agradeço ao Corinthians, aos meus companheiros e ao professor por ter ido para a seleção. Estou feliz", disse.

Tite também ficou contente quando soube que foi citado por Zizao, apesar de quase não dar oportunidades para o asiático jogar. "Devo conceder ao atleta aquilo de que ele precisa, e não o que ele quer. O Zizao ganhou a grande felicidade que uma série de jogadores não tem: crescer dentro do Corinthians. Geralmente, o profissional vai adquirir experiência em um time menor antes de vir para cá", comparou.

Chegar à seleção chinesa, no entanto, não deverá ajudar Zizao a se firmar no Corinthians - mesmo que Tite fique atento ao desempenho do seu meia-atacante contra o Iraque, em 22 de março, em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa da Ásia de 2015. "Estar na seleção credencia, sim, o Zizao a jogar. Junto com Romarinho, Emerson, Danilo, Douglas, Pato... Vá à luta!", bradou o treinador, depois de alguns segundos de silêncio sobre o assunto.

Mãe de Zizao vira gandula
Assim como um garoto que dá seus primeiros passos no futebol, Zizao teve o seu treinamento acompanhado de perto pelos pais. Ele adotou um semblante sério durante o rachão disputado no CT Joaquim Grava, apesar das constantes brincadeiras de seus companheiros. "Pedala, Zizao!", gritou um deles para o chinês, que calçava chuteiras amarelas, personalizadas com o seu nome.

Quando os jogadores passaram a exercitar finalizações, quem se divertiu foi a mãe de Zizao. Sorridente, ela assumiu a condição de gandula ao correr para buscar todas as bolas (foram muitas) chutadas para longe do campo. A pontaria do filho da chinesa foi uma das melhores do treinamento pouco inspirado dos corintianos.

*Com Gazeta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas