Volante tem um incômodo no joelho direito, mas treinou nesta segunda-feira e deve jogar diante do Arsenal

Fora das duas últimas partidas por incômodo no joelho direito, Denilson está prestes a retornar à equipe. Liberado para treinar desde sexta-feira passada, o volante foi a campo mais uma vez na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, e espera decisão da comissão técnica para saber se viaja à Argentina para enfrentar o Arsenal.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Denílson pode retornar ao São Paulo diante do Arsenal
Vipcomm
Denílson pode retornar ao São Paulo diante do Arsenal

O camisa 15 não atuou no primeiro jogo contra os argentinos nem participou do clássico de domingo, frente ao Palmeiras. Para quinta-feira, porém, já deverá reunir condições físicas para retornar ao time, que não terá Wellington, suspenso pelo terceiro cartão amarelo - outro desfalque é o atacante Luis Fabiano, por expulsão.

Nesta segunda-feira, apenas a segunda parte do trabalho foi aberta à imprensa, o que ocorrerá também na manhã desta terça. Nada diferente, no entanto, foi ensaiado nesta tarde, até porque os jogadores que enfrentaram o Palmeiras fizeram apenas trabalho regenerativo, no Reffis, e nem conversaram com o técnico Ney Franco.

"Todo dia depois do jogo, a gente se apresenta e vai para a academia. O trabalho de hoje foi igual ao de sempre. Só os meninos que não jogaram fizeram trabalho em campo. Que eu saiba, não teve nada de mais especial", disse o atacante Aloísio, confirmado de antemão como substituto de Luis Fabiano para o duelo de quinta-feira.

Segundo colocado do grupo 3 da Libertadores, com quatro pontos ganhos, o São Paulo está pressionado a vencer o Arsenal, lanterna da chave, por estar ameaçado pelo The Strongest, terceiro colocado, que soma um ponto a menos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.