Empate entre São Paulo e Palmeiras foi acompanhado por 18.020 torcedores; corintianos têm média de 25.091 em seis partidas realizadas no Pacaembu

Clássico entre São Paulo e Palmeiras registrou público de apenas 18 mil torcedores no Morumbi
Gazeta Press
Clássico entre São Paulo e Palmeiras registrou público de apenas 18 mil torcedores no Morumbi

O empate por 0 a 0 entre São Paulo e Palmeiras, válido pela 11ª rodada do Paulistão, foi acompanhado por somente 18.020 torcedores no Morumbi. O número está bem abaixo da média do outro grande da capital, o Corinthians, no Estadual.

LEIA MAIS: Com um a menos, São Paulo segura Palmeiras, e clássico termina sem gols

Em seis partidas como mandantes no campeonato, os corintianos levaram 150.551 torcedores ao estádio do Pacaembu. A média é de 25.091 por partida. E estão incluídos aí jogos contra equipes menores do interior.

PÚBLICO EM JOGOS DO CORINTHIANS
ADVERSÁRIO TORCEDORES
Ponte Preta 17.663
Mogi Mirim 19.962
Oeste 33.558
São Caetano 25.392
Palmeiras 34.010
Ituano 19.966

A goleada por 5 a 0 sobre o Oeste, por exemplo, teve um público total de 33.558. O duelo marcou a estreia dos titulares campeões mundiais no Paulistão. Uma semana depois, o empate de 2 a 2 com o São Caetano foi visto por 25.392. A maior presença, no entanto, foi no derby contra o Palmeiras, também terminado em 2 a 2: 34.010 pagantes.

Mas, curiosamente, o pior número do Corinthians nas arquibancadas no Estadual foi justamente em outro clássico. O empate sem gols com o Santos no Morumbi teve somente 17.155 torcedores. O mando de campo, porém, era da equipe da Vila Belmiro, que não jogou em seu estádio por cumprir punição.

Pelo lado do São Paulo, apesar de número baixo para um clássico, o jogo contra o Palmeiras representa o maior público da equipe no torneio. Antes a melhor marca era da estreia contra o Mirassol: 14.783.

Já os palmeirenses também não ultrapassaram ainda a marca de 20 mil torcedores em uma partida. O melhor número foi na nona rodada, quando 19.128 pessoas viram a vitória por 1 a 0 sobre o União Barbarense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.