Com 100% de aproveitamento na Libertadores, time mineiro viaja a La Paz para encarar o The Strongest na quarta-feira

Empolgada pelo bom momento do time, parte da torcida do Atlético-MG acompanhou o embarque da delegação rumo à Bolívia, na manhã deste sábado. Os jogadores mais assediados no Aeroporto de Confins foram Ronaldinho Gaúcho, Bernard e Diego Tardelli.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Vestidos com trajes sociais, eles atenderam os fãs pacientemente antes do embarque. Ao todo, o técnico Cuca relacionou 22 atletas para a partida contra o The Strongest, incluindo o atacante Luan, que cortou o supercílio no fim de semana passado e chegou a ficar em observação no hospital.

A viagem antecipada a La Paz tem como objetivo diminuir os efeitos da altitude de 3.600 metros da capital boliviana, onde serão realizados treinos de domingo a terça-feira, véspera do jogo contra o terceiro colocado do grupo 3 da Libertadores.

"Tive a oportunidade de jogar com o Palmeiras em Potosí (em 2009), o lugar mais alto da Bolívia. A dificuldade existe, é complicado. Mas uma equipe que pensa em chegar longe na competição tem que superar todas as adversidades", minimizou o volante Pierre.

O Atlético venceu os bolivianos por 2 a 1 no meio de semana e abriu cinco pontos de frente para o vice-líder São Paulo na chave.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.