Zagueiro, que estava há oito anos na França, disse que retornou ao Brasil porque sentia falta da pressão dos torcedores

O zagueiro André Luiz foi apresentado nesta sexta-feira pelo Palmeiras
Fernando Dantas/Gazeta Press
O zagueiro André Luiz foi apresentado nesta sexta-feira pelo Palmeiras

Sem medo da torcida. É assim que o zagueiro André Luiz, 14º reforço do Palmeiras para a temporada, se apresentou na Academia de Futebol. Em sua chegada ao clube, o jogador afirmou que voltou ao Brasil após oito anos de França justamente para sentir a pressão dos torcedores.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Não tenho medo. Sou um jogador comprometido com meu clube. Tenho certeza que o torcedor vai apoiar o jogador que se entregar. Mesmo se não jogar bem, vai apoiar se ele se entregar”, disse André Luiz.

Veja também: Presidente do Palmeiras convoca rivais para ter 'certeza de punição' no futebol

Aos 33 anos, o zagueiro jogou sete anos e meio no Nancy, clube mediano da primeira divisão francesa. Ele falou que a saudade do calor e da pressão foram fatores determinantes para seu retorno ao futebol brasileiro.

“Tinha vontade de voltar ao Brasil para jogar mais quatro ou cinco anos. Eu sempre assistia ao Campeonato Brasileiro e uma das coisas que mais me fazia ter vontade de voltar era quando eu via as torcidas. Eu queria sentir a pressão”, explicou o atleta.

Leia também: Nobre diz que organizadas afastam jogadores e enaltece postura de Valdivia

Nem o clima tenso que vive o Palmeiras nos últimos dias desanima André Luiz. O zagueiro disse já ter conversado com alguns de seus novos companheiros sobre a agressão sofrida de membros da torcida organizada Mancha Alviverde na Argentina. Segundo ele, o clima es´ta tranquilo: “nada de mais”.

O novo reforço palmeirense vestirá a camisa 33, em alusão a sua idade. Sua expectativa é ficar em condições de estrear em um prazo de 15 a 20 dias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.