Cássio reclama de corpo ralado e arremesso de cerveja em Tijuana

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Goleiro do Corinthians ainda criticou o gramado sintético na derrota para o Tijuana. Cássio será poupado do duelo contra o Ituano, neste sábado

Gregory Bull/AP
Cassio sai mal e não corta toque de Aguilar para Gandolfi na jogada do gol do Tijuana

Cássio estava com um semblante cansado ao desembarcar com o Corinthians em Guarulhos, nesta sexta-feira, após a viagem mais longa história da Copa Libertadores da América. Mas não foram apenas o desgaste e a derrota por 1 a 0 para o Tijuana que o goleiro amargou na fronteira do México com os Estados Unidos. Ele também acumulou arranhões e até tomou um indesejado banho de cerveja.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"O campo sintético é estranho, difícil. Quando você cai no chão, acaba se ralando muito. Estou bastante ralado. O pior é que não gosto de jogar de calça, só de calção", lamentou Cássio, antes de minimizar os machucados. "Ainda bem que não foi nada de mais grave."

Leia mais: Pato se anima para jogo com torcida: “É a melhor coisa que existe”

O goleiro lembrou com um pouco mais de rancor o comportamento da torcida do Tijuana. Ele tocou no assunto ao comentar a punição imposta pela Conmebol ao Corinthians (um jogo com portões fechados - já cumprido -, proibição de venda de ingressos como visitante por 18 meses e multa de US$ 200 mil) pela trágica morte do torcedor Kevin Douglas Beltran Espada no jogo com o boliviano San José, em Oruro.

"É difícil falar. A gente vê tantas coisas acontecerem. Quando acabou a partida no México, arremessaram dois copos de cerveja em mim", reclamou Cássio. "Por tudo isso, é difícil falar de punição. Deixo isso para o nosso departamento jurídico. Preciso me preocupar em jogar", acrescentou.De qualquer forma, Cássio está contente com a possibilidade de rever o Tijuana com os portões do Pacaembu abertos à torcida. "Ficamos muito felizes com a liberação. Vamos mostrar a nossa força em casa. Com os torcedores lotando o estádio, temos totais condições de ganhar", avisou.

O goleiro será desfalque no próximo compromisso do Corinthians no Campeonato Paulista. Neste sábado, ele não estará no Pacaembu contra o Ituano para se recuperar fisicamente, assim como os demais titulares habituais. "Fiquei dois meses parado por causa da lesão, então treinei e joguei pouco depois de voltar. Devo ter alguns dias para trabalhar mais agora. Isso vai me ajudar bastante", confiou Cássio, já seco do banho de cerveja, mas ainda cansado.

Leia tudo sobre: CássioCorinthiansTijuanalibertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas