Sem garantias de que voltaria à seleção, Dante celebra nova chance com Felipão

Por Mário André Monteiro - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em entrevista exclusiva ao iG, zagueiro do Bayern de Munique avisa que pretende ser titular, mesmo respeitando os outros grandes jogadores que a equipe tem

Na primeira convocação de Luiz Felipe Scolari na seleção brasileira, a grande surpresa foi a presença do zagueiro Dante, do Bayern de Munique, que nunca havia sido lembrado por Mano Menezes. Nesta terça-feira, Felipão voltou a chamar o defensor do time alemão, mesmo contando com as voltas de Thiago Silva e Dedé, que ficaram de fora do amistoso contra a Inglaterra por estarem lesionados.

E mais: Felipão chama Kaká e deixa Ronaldinho de fora da seleção brasileira

"Continuar na seleção é muito bom, mesmo com a volta do Thiago e do Dedé", disse Dante em entrevista exclusiva ao iG. "O Miranda e o Leandro Castán (que foram convocados antes, mas que ficaram de fora desta lista) são bons jogadores e estou feliz de estar no grupo. Quero buscar meu espaço mesmo sabendo que o Thiago Silva é capitão e o David Luiz um dos melhores, mas no futebol tudo pode acontecer. Vou pensar positivo, o importante é estar com o grupo e ajudar os companheiros", avisou.

Getty Images
Dante tenta desarmar Rooney na sua estreia pela seleção brasileira, contra a Inglaterra, em Wembley

Gostou das convocações do zagueiro Dante? Deixe seu comentário

Titular na derrota diante da Inglaterra, no primeiro amistoso do ano, Dante disse que conversou rápido com Felipão e avisou que não havia garantias de que voltaria a vestir a camisa amarela. "Não sabia não. Ele conversou comigo um pouco antes do jogo, ele pediu algo tático para que a gente fizesse no jogo. Não conversei mais depois, não tive garantias nenhuma. Ele deixou claro que tinha que trabalhar para voltar", comentou Dante.

Nos próximos jogos, contra Itália e Rússia, Dante sabe da dificuldade que será permanecer como titular, mas admite que o pensamento é entrar para não sair mais do time. "Esse é meu objetivo, minha meta. Mesmo respeitando os grandes zagueiros que a gente tem, acho que vou para esses amistosos com grandes objetivos de continuar e de aproveitar essa oportunidade", falou o jogador do Bayern de Munique, que terá um companheiro de clube na seleção.

"Liguei pra o Luiz Gustavo depois da convocação, nos parabenizamos. Ele está todos os dias comigo, tem muita qualidade. Ele tem tudo para se firmar na seleção e agora é desejar boa sorte para e ele e torcer para continuarmos juntos aqui no Bayern e também no Brasil", disse Dante.

Por falar em Bayern, na próxima temporada, o clube alemão terá o espanhol Pep Guardiola no comando técnico. Dante, porém, assegura que esse assunto ainda não é comentado entre os jogadores, que só pensam em vencer a Bundesliga, a Champions e a Copa da Alemanha. "A gente fala muito pouco nisso, temos uma grande temporada pela frente, estamos muito bem. Seria uma pena se desconcentrar agora nesse momento", finalizou o zagueiro.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas