Atual campeão da Libertadores pode atingir 16 partidas de invencibilidade e entrará para a história da competição se não perder no México

Alexandre Pato marcou o segundo gol diante do Millonarios e será mantido entre os titulares
AP
Alexandre Pato marcou o segundo gol diante do Millonarios e será mantido entre os titulares

O Corinthians pode igualar o recorde de invencibilidade na história da Libertadores nesta quarta-feira. Se não perder para o Tijuana, no México, às 22h (de Brasília) o atual campeão chegará à marca de 16 partidas seguidas sem derrota na competição, número obtido pelo peruano Sporting Cristal nas edições de 1962, 1968 e 1969.

"É um desafio. A observação do recorde é importante", afirmou o técnico Tite, preocupado também com a classificação do Grupo 5. Vencendo o jogo, o Corinthians assumirá a liderança, que é dos mexicanos. Tropeçando, poderá ver a chave se embolar na metade da fase.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O adversário é teoricamente o mais difícil nessa etapa da disputa. O atual campeão mexicano começou sua campanha derrotando o Millonarios na Colômbia e fez 4 a 0 no San José no mesmo estádio Caliente em que agora recebe o Corinthians.

"O time deles já demonstrou que vai ser difícil. Eles vão jogar em casa", afirmou o centroavante Guerrero, que anotou um gol em cada uma de suas partidas internacionais pelo Corinthians. Para repetir o feito na fronteira mexicana com os Estados Unidos, ele terá de se adaptar à grama sintética.

O campo artificial é uma das preocupações da equipe, a mesma que superou o Millonarios na semana passada. Renato Augusto e Danilo armarão o jogo pelos lados, com Alexandre Pato e Guerrero mais perto do gol. Emerson, com dores no joelho, nem viajou, mas Jorge Henrique, recuperado de lesão na coxa, é opção no banco.

Já o jovem clube mexicano, que teve uma ascensão rápida desde a fundação em 2007, espera dar mais um passo "histórico", como diz seu site oficial, ao bater o campeão mundial. Os comandados do argentino Antonio Mohamed mostram confiança após o bom início de campanha.

"Temos de ser a equipe que a gente vem sendo. Jogando em casa, temos de ter organização e agressividade com a bola. Nossa equipe tem mostrado uma identidade ao longo das competições, não podemos mudar. Um triunfo será um passo importante para a classificação e estamos concentrados nesse objetivo", afirmou o meio-campista brasileiro Leandro Augusto.

FICHA TÉCNICA -  TIJUANA X CORINTHIANS
Local: estádio Caliente, em Tijuana (MEX)
Data: 6 de março de 2013, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Victor Hugo Carrillo (PER)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e César Escano (PER)

TIJUANA: Cirilo Saucedo; Marcelo Gandolfi, Pablo César Aguilar, Édgar Castillo e Joshua Abrego; Fernando Arce, Leandro Augusto, Fidel Martínez e Duvier Riascos; Diego Olsina e Raúl Enríquez
Técnico: Antonio Mohamed

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Renato Augusto e Danilo; Alexandre Pato e Guerrero
Técnico: Tite

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.