Valcke alerta que Maracanã é maior preocupação da Fifa

Secretário-geral da Fifa visitou a Arena Pernambuco nesta terça e reclamou do andamento das obras no Maracanã, que sediará a final da Copa das Confederações de 2013

Reuters |

Reuters

Gazeta Press
Aldo Rebelo, Ronaldo e Jérome Valcke participam de visita à Arena Pernambuco

A pouco mais de três meses para o início da Copa das Confederações, a reforma do estádio do Maracanã é a grande preocupação da Fifa, disse nesta terça-feira o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, que reclamou do prazo de entrega da obra durante visita a Recife.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"A cidade para qual vou em dois dias é a que mais preocupa a Fifa. A data de entrega é muito importante para testar (os estádios) antes de iniciar. Maio é tarde, e isso pode ser muito prejudicial para a Fifa, para a Copa do Mundo e para o Brasil", disse Valcke aos jornalistas.

Valcke está no Brasil para mais uma série de visitas aos estádios que receberão a Copa das Confederações, que será disputada de 15 a 30 de junho. Na quarta-feira ele estará em Belo Horizonte e na quinta-feira, no Rio de Janeiro.

O estádio do Maracanã, palco da final da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014, tinha como data inicial de entrega dezembro de 2012, e depois passou para fevereiro deste ano.

A expectativa agora é que a arena fique pronta em meados de abril, data limite estabelecida pela Fifa, mas a entrega à entidade que controla o futebol mundial para eventos-teste antes da utilização na Copa das Confederações está programada para maio.

Leia mais:  Diretor técnico da CBF faz alerta sobre ritmo das obras do Maracanã

No dia 2 de junho, o Brasil vai enfrentar em amistoso a seleção da Inglaterra, em jogo que marcará a reabertura do estádio depois de pesadas obras de remodelagem que começaram em 2010. A obra está orçada em cerca de 900 milhões de reais.

Na segunda-feira, o diretor técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Virgílio Elísio, fez um alerta sobre o andamento das obras, dizendo que está preocupado com o cumprimento do prazo de meados de abril e que os operários terão que acelerar bastante o ritmo da obra.

Ele visitou o estádio a convite do Comitê Organizador da Copa do Mundo (COL) e deixou o canteiro de obras sem a certeza de que o prazo firmado com a Fifa será cumprido.

O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, rebateu dizendo que vai mostrar em reunião esta semana "através de números" que o estádio será entregue em abril e que 87 por cento da obra foi concluída.

Obras no Recife
Com um cronograma que gerou muita incerteza sobre sua participação na Copa das Confederações, a Arena Pernambuco chega na semana que marca os 100 dias para o início da Copa das Confederações com 90 por cento de sua estrutura concluída.

"Agora temos que trabalhar sobre o campo, que é um projeto mais importante. A grama vai ser instalada nas próximas semanas, mas temos pouco tempo para que o gramado esteja pronto", alertou.

Valcke lembrou que no último Mundial, na África do Sul, os gramados foram motivo de dor de cabeça para a Fifa. "Na África, três meses antes, os gramados não estavam instalados e tivemos que encontrar uma empresa que fizesse todos da mesma forma. Seja qual for o jogo, é importante que o gramado tenha as mesmas condições para todos os jogos. É isso que procuramos garantir", disse.

O secretário negou qualquer temor de que aconteça na Arena Pernambuco os mesmos problemas estruturais identificados no Mineirão, em Belo Horizonte, onde houve falhas de acesso, no estacionamento, nos bares e até falta de água na partida de reabertura, no começo de fevereiro. "Não há por enquanto estádio construído mais bonito e melhor que este. O governador goza da total confiança da Fifa", afirmou Valcke.

Com capacidade para 46 mil pessoas, a Arena ainda carece de infraestrutura no entorno. Apesar do investimento de 532 milhões de reais no estádio, as vias de acesso ainda priorizam o transporte individual.

O governador Eduardo Campos (PSB) minimizou os problemas de mobilidade e afirmou que na quarta-feira uma nova rodada de acordos com o governo federal atualizará os cronogramas de entregas.

"Vamos dar conta desse desafio. A mobilidade é o grande legado que a Copa vai dar ao povo da cidade, é o que vai ficar efetivamente no cotidiano. Vamos ter amanhã uma nova rodada de pactuação de obras de mobilidade e temos a clareza que a obra da BR-408 vai estar pronta nos próximos 15 dias", assegurou o governador. A BR-408 é a única via de acesso ao estádio, que fica no município de São Lourenço da Mata.



    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG