Treinador reconhece que Nani, do Manchester United, deveria ter recebido apenas o cartão amarelo e afirma que o "melhor time perdeu"

A virada do Real Madrid para derrotar o Manchester United por 2 a 1 e se classificar às quartas de final da Liga dos Campeões teve início com uma polêmica expulsão do meia Nani do clube inglês. Conhecido por constantes reclamações sobre arbitragem, desta vez José Mourinho admitiu que foi beneficiado: o treinador afirmou que o lance era para cartão amarelo e relacionou o fato com uma expulsão de Pepe em clássico com o Barcelona.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Ferguson deve se sentir do mesmo jeito que eu me senti há dois anos atrás, quando Pepe foi expulso contra o Barcelona. Naquela ocasião foi uma simulação e, nesta, foi um contato duro que poderia ter sido punido com um cartão amarelo", declarou o português.

Mourinho se refere à semifinal da Liga dos Campeões da temporada 2010/11, quando Pepe recebeu o cartão vermelho por uma suposta falta sobre Daniel Alves no jogo de ida, no Santiago Bernabéu. Com um a mais, o Barcelona contou com dois gols de Messi para vencer por 2 a 0 e garantir a classificação em casa com um empate por 1 a 1.

Além disso, José Mourinho não se mostrou satisfeito com a performance do Real Madrid mesmo com o importante resultado. Para o treinador, as grandes defesas de Diego López mesmo com um jogador a mais são sinal de que os merengues não tiveram o domínio do jogo.

"Quando seu goleiro é o melhor jogador em campo mesmo jogando com um a mais é porque seu time não conseguiu ter a bola", completando ainda: "Posso dizer que o melhor time perdeu".

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.