Antes de clássico, Gobbi garante apoio corintiano à família de Kevin Espada

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente foi questionado por repórter boliviano se o clube entraria em contato com os país do garoto morto por um torcedor corintiano na estreia da equipe na Libertadores

Agência Corinthians
Mário Gobbi entre o diretor de futebol Roberto de Andrade e o gerente Edu Gaspar

O presidente do Corinthians, Mario Gobbi, foi indagado na chegada ao estádio do Morumbi, antes do clássico contra o Santos, se o clube do Parque São Jorge vai procurar a família de Kevin Espada, em Cochabamba, para oferecer ajuda aos seus pais após a morte do garoto. Indagado por um repórter boliviano, Gobbi disse que o clube vai ao país vizinho na próxima semana.

Deixe seu comentário para esta notícia

"Vamos sim procurá-los. Na próxima semana entraremos em contato com a família do Kevin", disse Gobbi. Ele explicou que o contato ainda não foi feito porque o luto da família é muito recente.

Kevin Douglas Beltrán Espada tinha 14 anos e era torcedor do San José, de Oruro, rival do Corinthians na primeira partida da Libertadores. Ele foi ao estádio pela primeira vez e acabou sendo morto por um torcedor corintiano que disparou um sinalizador naval contra a torcida boliviana. 

Leia tudo sobre: corinthianskevin espadabolívialibertadores 2013igspmario gobbi

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas