Guerrero, autor do primeiro gol do Corinthians, chegou a escutar a narração de suas jogadas pelas rádios que estavam no Pacaembu

 Os reservas do Corinthians caíram na gargalhada quando o público de quatro pagantes foi anunciado no Pacaembu. Os titulares também se divertiram com os torcedores que ultrapassaram os "portões fechados" com uma liminar e tentaram fazer barulho durante o triunfo por 2 a 0 sobre o Millonarios.

"Como que a gente não ia notar? Eram só eles quatro. Eles começaram a gritar, gritaram até o nome dos jogadores antes da partida. Foi engraçado", sorriu o meia Renato Augusto, que gostou do comportamento do time. "Claro que o apoio da torcida pesa, a torcida do Corinthians faz a diferença. Mas o time reagiu bem."

Leia mais: Tite faz discurso oposto ao da diretoria e não vê morte de Kevin como acidente

Já Guerrero não precisou nem esperar a partida acabar para ouvir a narração de seu gol. Assim que balançou a rede de Delgado, ele começou a correr em direção à arquibancada vazia e percebeu as vozes potentes dos narradores de rádio que descreviam a abertura do placar."Eu ia comemorar e não vi ninguém na tribuna, tive de esperar os meus companheiros. Dava para ouvir tudo. Eu ouvia vocês narrando: ‘Guerrero passa para não sei quem’. Foi chato, foi difícil jogar sem torcida, mas a gente fez o que tinha que fazer", comentou o centroavante.

Confira ainda: Corinthians não teme por interferência da justiça comum em decisão da Conmebol

Já Alexandre Pato, que chegou perto do alambrado na celebração de seu gol, fez um esforço de imaginação para se ver nos braços da Fiel. "Imaginei a torcida ali, comemorei como se ela estivesse ali. Quem sabe no próximo jogo ela não está aí", comentou o atacante.

Estranheza à parte, os jogadores do Corinthians aprovaram a própria concentração diante da situação. Eles ouviram repetidas vezes do técnico Tite que era preciso estar muito atentos para não deixar o silêncio levar ao descuido em campo e comemoraram o sucesso na tentativa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.