Conmebol recusa apelação e Corinthians jogará com portões fechados

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Nestor Benítez, porta-voz da entidade, disse à Rádio Bandeirantes que a Conmebol recusou o recurso enviado pelo Corinthians

A Conmebol recusou a apelação do Corinthians e manteve a punição imposta ao clube pela morte do jovem Kevin Espada, de 14 anos, durante o jogo entre San José e Corinthians na última quarta. Assim, o time de Parque São Jorge jogará sem torcida durante a fase de grupos da Libertadores, começando pela partida diante do Millonarios, nesta quarta. A informação foi confirmada à Rádio Bandeirantes pelo porta-voz da entidade, Nestor Benítez.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Leandro Oliveira, que esteve preso em Oruro e participou da briga no domingo, é o primeiro da esquerda para a direita. Foto: Daniel Rodrigo/ReutersKevin Douglas Beltran Espada, torcedor do San José morto por um artefato explosivo no jogo contra o Corinthians. Foto: Reprodução/FacebookCorintianos posam para fotos com bolivianos em presídio de Oruro, onde estão presos desde 20 de fevereiro. Foto: Daniel Rodrigo/ReutersOs 12 corintianos presos em Oruro. Eles são investigados pela morte de Kevin Beltrán Espada durante a partida entre Corinthians e San José. Foto: Daniel Rodrigo/ReutersMenor chega à Vara da Infância em Guarulhos. Foto: Gazeta PressJogadores de Corinthians e Bragantino respeitam um minuto de silêncio em homenagem ao garoto boliviano morto na quarta-feira. Foto: Gazeta PressOs torcedores corintianos foram transferidos para um presídio de Oruro. Foto: APCorpo do garoto Kevin Espada foi enterrado no sábado na cidade de Cochabamba. Foto: APFabio Santos defende que o Corinthians saia da Libertadores se tiver a certeza que isso acabará com a violência nos campos. Foto: Gazeta PressTorcida do San José usou fogo nas arquibancadas para apoiar o time contra o Corinthians. Foto: ReutersGuerrero e Ralf no Corinthians. Foto: APPoliciais são vistos nas arquibancadas de estádio de Oruro durante partida San Jose x Corinthians. Foto: APSaucedo comemora o gol de empate do San José contra o Corinthians. Foto: ReutersO atacante Jorge Henrique tenta passar pela marcação do San José em jogo da Libertadores na Bolívia. Foto: ReutersTite comanda Corinthians no empate com o San Jose na estreia na Libertadores. Foto: APEmerson e Jorge Henrique usam máscaras de oxigênio antes da partida do Corinthians contra o San José, em Oruro, a mais de 3.700m de altitude. Foto: Reprodução/InstagramRomarinho chega à Bolívia para a estreia do Corinthians na Libertadores. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians


"A unidade disciplinar da Conmebol resolveu recusar o recurso de apelação do Corinthians quanto à medida cautelar adotada pelo tribunal. O Corinthians segue na situação tal qual havia afirmado a unidade disciplinar", disse o dirigente à rádio.

Leia mais: Corinthians se prepara para jogar sem apoio da torcida. Relembre outros casos

Agora, o clube espera o julgamento, que deve ocorrer em até 60 dias. Enquanto isso, as três partidas corintianas no estádio do Pacaembu ficam com o acesso restrito à imprensa.

Após a apresentação de H. A. M., de 17 anos, à Justiça, a cúpula alvinegra tinha a esperança de reverter a punição da entidade máxima do futebol sul-americano, aplicada depois do episódio da última quarta-feira, quando Kevin Spada, de 14 anos, morreu ao ser atingido por um sinalizador corintiano.

Confira ainda: Membro da Gaviões se entrega à Justiça para assumir culpa pela morte de Kevin

O Corinthians emitiu uma nota em seu site confirmando a recusa da Conmebol. O clube deu duas opções aos torcedores que compraram ingressos para as três partidas: usar como crédito no programa do Fiel Torcedor ou solicitar o ressarcimento do dinheiro.

Leia o comunicado oficial:

A diretoria do Sport Club Corinthians Paulista, no intuito de defender os direitos dos torcedores, principalmente aqueles que já adquiriram os ingressos de forma antecipada, tentou todos os recursos jurídicos para reformar a medida cautelar imposta ao clube pela Conmebol na última quinta-feira.

Como o pedido de reforma foi negado, o Corinthians acata a decisão da entidade sul-americana e mandará as partidas da Copa Libertadores com os portões fechados até o julgamento, que deverá ocorrer no prazo de 60 dias.

Os torcedores que adquiriram ingressos poderão usar os valores como crédito no programa Fiel Torcedor ou pedir o ressarcimento do dinheiro. No entanto, como o volume de recursos e número de torcedores afetados é muito grande, nem todos poderão ser atendidos nas primeiras horas. Por isso contamos com a paciência dos afetados pelos cancelamentos.

Por fim, pedimos ao torcedor que evite ir às imediações do estádio do Pacaembu durante o período em que a punição valer. Tenha certeza que a camisa corinthiana será, como sempre, honrada, com muito suor e determinação.

Leia tudo sobre: corinthiansconmeboligsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas