Sion demite treinador e surpreende ao anunciar Gattuso para o cargo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O ex-volante do Milan ainda atua pelo time suíço e acumulará os cargos de jogador e técnico

Divulgação/Site Oficial
Gattuso vai acumular cargo de jogador e técnico no Sion

A diretoria do FC Sion, da Suíça, optou pela demissão do técnico Victor Muñoz, após sofrer uma goleada por 4 a 0 para Thoune, neste fim de semana. Sem opções viáveis no mercado, o clube surpreendeu e anunciou o veterano Gennaro Gattuso para o cargo. O ex-jogador do Milan ainda atua pela equipe europeia e acumulará funções até uma segunda ordem dos responsáveis pela administração do time.

A diretoria emitiu um comunicado no último domingo e garantiu que Gattuso terá todo o apoio necessário para tornar o futebol da equipe mais atrativo. Ao promover o italiano para o comando técnico do clube, os dirigentes esperam aproximar os jogadores da comissão e até da própria cúpula administrativa. A iniciativa faz parte de uma série de ações que serão tomadas para aprimorar o rendimento nos treinamentos e partidas.

Gattuso está com 35 anos e é o principal jogador do Sion. Ídolo no Milan, o jogador foi contratado pelo clube suíço em 2012. O time italiano optou por renovar o seu plantel para esta temporada e resolveu dispensar nomes como Seedorf, Nesta e Inzaghi.

Agora, o volante exercerá função semelhante a que o ex-lateral Roberto Carlos teve no Anzhi, da Rússia. Antes de se tornar dirigente, o brasileiro uniu a sua titularidade com o comando técnico da milionária equipe. No entanto, a irregularidade apresentada no Campeonato Nacional fez com que a diretoria buscasse o holandês Guus Hiddink para o cargo.

Leia tudo sobre: SionGennaro Gattusofutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas