Oswaldo lamenta “erros reticentes” do Botafogo em jogadas de bola parada

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico do clube carioca se mostrou insatisfeito e disse que a jogada foi treinada 'exaustivamente' para evitar esses erros

Agif
Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo

Para o técnico Oswaldo de Oliveira, a desatenção nas jogadas de bola parada foi a principal culpada pelo empate por 2 a 2 do Botafogo contra o Boavista, nesse domingo. Em entrevista coletiva após a partida, o treinador deixou clara sua insatisfação com os "erros reticentes" do Glorioso nesse tipo de jogada - que originou o primeiro gol do adversário, por exemplo -, embora não tenha criticado especificamente nenhum jogador.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"A bola parada foi treinada exaustivamente para que esses erros não ocorressem. São erros reticentes, que temos que abolir. A solução é treinar ainda mais, não tem jeito. Os dois gols que marcamos seriam suficientes para que tivéssemos vencido. Lamento a maneira como levamos os gols. Era algo previsto, e isso me deixa aborrecido. Teremos a chance de reverter isso na frente, essa é a maneira de trabalho", afirmou.

O "aborrecimento" de Oswaldo tem motivo: com o empate, o Botafogo perdeu a primeira posição do Grupo A da Taça Guanabara e a vantagem de jogar por nova igualdade no placar no próximo domingo, pela semifinal do torneio, contra o Flamengo. Mesmo com esse empecilho e a derrota por 1 a 0 para o arquirrival, há pouco mais de uma semana, o treinador adotou um discurso otimista para o novo confronto.

"É algo ruim não termos mais a vantagem do empate. Mas temos chances de vencer, visto o outro jogo contra o Flamengo. Não faremos nada diferente para essa partida, é só tentar vencer. Temos condições e time para isso, e vamos trabalhar com esse objetivo", explicou.

O trabalho só começa, no entanto, às 15 horas (de Brasília) desta terça-feira, quando o elenco alvinegro se reapresenta no Engenhão. Nessa segunda, titulares e reservas ganharam folga da comissão técnica.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas