Diretor jurídico do Corinthians crê em resposta da Conmebol nesta segunda

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Decisão de tirar a torcida de jogo da quarta-feira pode ser revertida se entidade aceitar os argumentos da defesa do clube paulista

Bruno Winckler
Pacaembu vazio: esta pode ser o cenário do jogo de quarta-feira entre Corinthians e Millonarios

A apresentação à Justiça nesta segunda-feira do menor que assume ter feito o disparo que matou Kevin Beltrán deixa a diretoria do Corinthians esperançosa de ver a decisão da Conmebol de tirar a torcida dos jogos do time na Libertadores ser revertida.

Deixe seu comentário para esta notícia

O clube paulista tem partida agendada contra o Millonarios, da Colômbia, pela Copa Libertadores, às 22h desta quarta-feira no Estádio do Pacaembu.

"Nós estamos esperando uma resposta do nosso recurso. Acreditamos que até o final do dia teremos uma resposta, e tomara que ela seja positiva", disse o diretor jurídico do Corinthians, Luiz Alberto Bussab, à Rádio Jovem Pan. De acordo com ele, a cúpula alvinegra já contatou membros da Conmebol.

Ainda segundo Bussab, a Justiça isolada da emoção pode fazer com que o time do Parque São Jorge não tenha que jogar com público zero nesta quarta. "Não estou pessimista. Se a Justiça ficar sem o aspecto emocional, o Corinthians deve conseguir a reversão. Caso contrário, acho difícil", analisou.

Já sobre os 12 torcedores corintianos presos na cidade de Oruro, na Bolívia, Bussab se mostrou otimista: "Isso é um benefício para os 12 que estão detidos", afirmou o dirigente, antes de rechaçar a impunidade para o infrator. "Mesmo sendo menor de idade, ele há as leis bolivianas", ponderou.

Na última quarta-feira, Corinthians e San José empataram por 1 a 1. Após o gol do Timão, um torcedor na arquibancada disparou um sinalizador, que foi parar na parte boliviana do estádio. Kevin Beltrán Spada, de 14 anos, foi atingido na cabeça e faleceu.

Como punição, o clube do Parque São Jorge, pelo menos em um primeiro momento, terá que jogar todos os seus jogos da competição continental. Menor de idade, o infrator deve se apresentar à Justiça na tarde desta segunda-feira, em Guarulhos, para depor.

Leia tudo sobre: Corinthianslibertadores 2013igsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas