Jovem revelação do Flamengo sofreu um corte abaixo do olho durante a vitória por 2 a 0 deste sábado sobre o Olaria

Na vitória de 2 a 0 do Flamengo sobre o Olaria, neste sábado, Rafinha deixou o campo indignado com o árbitro Philip Georg Bennett. Um dos destaques do Campeonato Carioca, o atacante reclamou do fato de que foi perseguido pelos marcadores, recebendo muitas faltas e terminando o jogo com um corte abaixo do olho, causado por uma cotovelada, atitudes que não foram coibidas pelo apito de Bennett.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Toda hora os jogadores batem, me perseguem. Vou tentar um drible, o juiz não marca falta e fala que não posso fazer porque vão me bater. Fica difícil", desabafou.

Rafinha, de 19 anos, foi titular em todas as oito partidas da Taça Guanabara, marcando dois gols e sendo um dos principais nomes do time com melhor aproveitamento no estado.

Assim como todo o elenco, o jovem jogador terá folga no domingo e na segunda-feira, enquanto aguardam a definição do adversário das semifinais do primeiro turno Carioca. Na terça, todos se reapresentam no Ninho do Urubu durante a manhã.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.