Palmeiras tenta repetir "espírito de Libertadores" contra Barbarense

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Treinador Gilson Kleina pede que seus comandados tenham a mesma disposição da competição no Campeonato Paulista e não mexe na escalação

Divulgação/Palmeiras
Gilson Kleina, técnico do Palmeiras

Após o ânimo conquistado pela vitória sobre o Sporting Cristal e o empate com o Corinthians, é inegável que o Palmeiras pensa já em outro jogo decisivo, na quinta-feira, quando visita o Libertad no Paraguai pela Libertadores. Gilson Kleina, porém, lembra que neste domingo, às 16 horas (de Brasília), o time enfrenta o União Barbarense. E exige que seus comandados tenham a mesma disposição.

"Claro que há o espírito de Libertadores, e o que estamos fazendo aqui neste ano é um jogo de cada vez. O jogo de domingo não pode ser diferente dos outros. O jogo da vez, o mais importante da vida do Palmeiras é contra o Barbarense", discursou o treinador.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No Campeonato Paulista, a equipe empatou em seus dois últimos jogos no torneio e, embora tenha aprovado a atuação no Derby do fim de semana passado, precisa vencer neste domingo para seguir na zona de classificação para as quartas de final. "Vamos viver o jogo contra o Barbarense, tem a mesma importância de três pontos no clássico ou em qualquer outro jogo", comparou Kleina.

Para isso, a aposta do técnico é na manutenção da escalação que tem lhe agradado, com o zagueiro Vilson improvisado como volante e Souza, Wesley, Patrick Vieira e Vinicius alternando-se do meio-campo para o ataque sem nenhuma referência na frente. As novidades ficam no banco de reserva, com a volta de Valdivia após quatro jogos fora por lesão na coxa esquerda.

"Não vou mexer na equipe do clássico. Penso em levar o Valdivia, o Leandro e vamos analisar o Rondinelly e o Kleber. Mas não podemos modificar muito", destacou Kleina, que segue sem poder contar com Maikon Leite, com lesão muscular, e Tiago Real, em fase final de recuperação de luxação no ombro direito.

Para os que estarão em campo, o treinador reforça a necessidade de respeito ao adversário. "É uma equipe que também vem fazendo mudanças, não vem de um resultado bom, mas temos que estar atentos."

O União Barbarense, que acaba de voltar para a primeira divisão estadual, está na zona de rebaixamento, com cinco pontos somados em sete jogos. O técnico Moisés Egert tem sofrido com a pressão e pode até ser demitido em caso de derrota neste fim de semana, no Pacaembu. A solução do treinador é mudar sua escalação.

"É necessário mexer no time para buscar uma reação imediata e quero ver a resposta dentro de campo. Porém, não quero mudar muito para não perder a característica e nem alterar o padrão de jogo do nosso time", discursou Egert, sem dar pistas, mas com duas dúvidas confirmadas: o zagueiro Rafael Silva e o meia Cléverson se machucaram durante a semana e podem ficar fora.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS X UNIÃO BARBARENSE
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Data: 24 de fevereiro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP) 
Assistentes: Vicente Romano Neto e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP) 
Assistentes adicionais: Adriano de Assis Miranda e Sérgio da Rocha Gomes (ambos de SP)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira; Vilson e Márcio Araújo; Souza, Wesley, Patrick Vieira e Vinicius
Técnico: Gilson Kleina

UNIÃO BARBARENSE: Walter; Alex, Juliano, Camacho (Rafael Silva) e César; Edilson Azul, Itaqui, Willian Leandro, Melinho e Diogo (Cléverson); Dairo
Técnico: Moisés Egert

*Com Gazeta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas