Resultado surpreendente deixa o Libertad com três pontos na segunda colocação, ficando atrás do Palmeiras pelo número de gols marcados

Sergio Aquino comemora gol com companheiros do Libertad na Copa Libertadores
AP
Sergio Aquino comemora gol com companheiros do Libertad na Copa Libertadores

Famoso pela confusa final da Copa Sul-americana diante do São Paulo, o Tigre fez sua estreia no grupo 2 da Copa Libertadores da América e decepcionou a torcida que compareceu ao Monumental de Victoria. Em jogo pouco movimentado, os argentinos foram derrotados pelo Libertad por 2 a 0 e largam mal no grupo que ainda tem Palmeiras e Sporting Cristal-PER.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Depois de primeiro tempo morno, os paraguaios resolveram tomar as rédeas da partida e se mandaram ao ataque na etapa complementar. Logo aos sete minutos, William Mendieta fez linda jogada individual e bateu para linda defesa de Javier García. A bola ficou viva na área, Pablo Velázquez desviou e Alejandro Donatti salvou com a mão.

O zagueiro acabou expulso e Sergio Aquino foi o escolhido do técnico Rubén Israel para fazer a cobrança. Com um chute forte no centro do gol, o meio campista não deu chances a García e abriu o placar para o time que contou com o volante Pablo Guiñazu entre os titulares.

Já nos minutos finais do confronto na Argentina, o volante Jorge González havia acabado de sair do banco de reservas e mostrou estrela para definir o resultado. O jogador arriscou cobrança de falta de longe e contou com a colaboração de García para balançar as redes.

O resultado surpreendente deixa o Libertad com três pontos na segunda colocação, ficando atrás do Palmeiras pelo número de gols marcados. Já o Tigre fica na vice-lanterna, sem nenhum ponto, desbancando o Sporting Cristal por ter sofrido menos gols. Na próxima rodada, o Verdão encara os paraguaios, enquanto os peruanos desafiam os argentinos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.