Sem jogo oficial no final de semana, o Cruzeiro marcou dois jogos-treinos para o sábado, contra Progresso, time de Angola, e Grêmio Vespasiano

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro
Vipcomm
Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro

O técnico Marcelo Oliveira não gostou da pausa no Campeonato Mineiro. O Cruzeiro só volta a campo pelo estadual no dia 2 de março, contra o Tombense, situação que foi entendida pelo treinador da Raposa, mas que não chega em um momento ideal, já que o time celeste precisa de adquirir ritmo de jogo e entrosamento.

No próximo domingo acontece a terceira rodada do Mineiro, mas o clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG foi antecipado para a reinauguração do Mineirão, por isso, os cruzeirenses vão folgar na rodada. Sem outro remédio, Marcelo Oliveira que usar o tempo para ajustar e corrigir alguns problemas da equipe.

"O ideal nesse período é que pudéssemos jogar mais, pelo menos de domingo a domingo, mas, em função da reinauguração do Mineirão e antecipação do jogo com o Atlético-MG, temos um tempo maior. Vamos usar da melhor maneira possível, treinando bastante, ajustando e nos preparando para o jogo com o Tombense, para manter a invencibilidade e a liderança", declarou.

Sem jogo oficial no final de semana, o Cruzeiro marcou dois jogos-treinos para o sábado, contra Progresso, time de Angola, e Grêmio Vespasiano. "A ideia desses treinamentos é que treinaríamos em dois períodos no sábado, então temos esse treino com time de fora para ser para uma observação e dar ritmo. O segundo jogo no sábado será mesclando jovens para observação, usando juniores e juvenis, para cumprir bem essa semana, e, semana que vem, nos prepararmos para o jogo com o Tombense", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.