"O futebol espanhol é mais alegre. Taticamente, os italianos são muito bons. Não são tão brilhantes, mas são muito competitivos", disse o zagueiro

Apesar de o Barcelona passar por melhor fase que o Milan, o zagueiro Carlos Puyol acredita que a equipe catalã não terá facilidade para superar o adversário na disputa das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Em entrevista concedida antes da partida desta quarta-feira, às 16h45 (de Brasília), no estádio San Siro, o camisa cinco exaltou a tradição do clube italiano e ressaltou o novo estilo de jogo do time comandado por Massimiliano Allegri.

E mais: Milan recebe visita do Barcelona para apagar retrospecto negativo

"É perigoso ser tão favorito, pois jogaremos contra uma grande equipe. Dentro do vestiário sabemos que será uma eliminatória muito complicada. Se não fizermos bem as coisas, passaremos dificuldade. O Milan tem jogadores muito bons, que vivem grande fase. É um projeto novo, já que atletas importantes deixaram o time, mas estão crescendo. Precisaremos ser muito fortes e jogar nosso futebol", explicou.

Puyol, zagueiro do Barcelona
Getty Images
Puyol, zagueiro do Barcelona

Em janeiro deste ano, Puyol renovou seu contrato com o Barcelona até 2016. Criado nas categorias de base do clube catalão, o atleta chegou ao time profissional em 1999 e jamais atuou por outra equipe. Entretanto, caso tivesse optado por deixar o time espanhol em algum momento da carreira, o zagueiro não tem dúvidas de qual agremiação defenderia: Milan.

"É um clube que me encanta, é minha segunda equipe. Quero sempre que o Milan vença, menos diante de nós. Se eu tivesse partido do Barcelona, gostaria de ter ido ao Milan, mas já estou mais velho (34 anos) e quero me aposentar em meu time", completou Puyol, que ainda analisou a diferença entre espanhóis e italianos.

"O futebol espanhol é mais alegre. Taticamente, os italianos são muito bons. Não são tão brilhantes, mas são muito competitivos", encerrou Puyol, que formará a linha defensiva do Barcelona diante do Milan ao lado de Piqué, Daniel Alves e Jordi Alba.

O duelo decisivo entre o clube catalão e a equipe italiana será realizado em 12 de março, ás 15h45 (de Brasília), no estádio Camp Nou. O Barcelona encerrou a fase anterior na liderança do Grupo G, com 13 pontos, enquanto o Milan foi o segundo colocado na Chave C, com oito pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.