Segundo William Arão o avião "balançou mais que o Messi no Camp Nou", mas os corintianos chegaram bem à Bolívia

O Corinthians já está na Bolívia para fazer sua estreia no grupo 5 da Copa Libertadores da América diante do San Jose. Mas antes de voltar todas as atenções para o adversário e a altitude de Oruro, a delegação corintiana teve de superar um pequeno susto causado pela turbulência durante o voo de cerca de quatro horas de São Paulo até Cochabamba.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Danilo Fernandes, Guilherme, William Arão e Romarinho posam para foto no Aeroporto
Reprodução/Instagram
Danilo Fernandes, Guilherme, William Arão e Romarinho posam para foto no Aeroporto

Assim que desembarcou em solo boliviano, o jovem volante Willian Arão logo brincou com a situação vivida na noite desta segunda-feira. "Rapaz, o avião balançou mais que o Messi no Camp Nou! Mas graças a Deus chegamos bem! #vaicorinthians #Liberta #bolivia", comparou o meio campista em seu perfil no Twitter .

Leia mais:  Corinthians embarca para Bolívia por defesa do título da Libertadores

Quem também usou a rede social para ironizar a turbulência enfrentada foi o assessor de imprensa do Timão, Guilherme Prado, logo na chegada ao aeroporto: "Eu sacudi, eu sacudi, sacudi... Música do voo entre São Paulo e Cochabamba".

Apenas 15 torcedores receberam os jogadores e posaram para fotos com os ídolos que ficaram em Cochabamba (2,5 mil metros acima do nível do mar) até horas antes da partida. Oruro fica a 3.709 metros e a comissão técnica quer viajar em cima da hora para minimizar os efeitos da altitude na partida desta quarta-feira às 22 horas (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.