Cotado para sair do PSG, Leonardo tenta retornar à Inter de Milão como treinador

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Brasileiro tem bom relacionamento com Moratti e prestígio junto ao mandatário, já que conquistou o título da Copa da Itália durante o período em que comandou o time

Um dia após o jornal o jornal francês L’Équipe afirmar que o diretor-esportivo do Paris Saint-Germain, Leonardo, pode ser demitido do cargo nas próximas semanas, novos rumores sobre o futuro do brasileiro começaram a surgir na imprensa europeia. Conforme publicou o diário português A Bola na edição desta terça-feira, o ex-jogador se ofereceu ao presidente da Internazionale, Massimo Moratti, para retornar ao clube italiano como treinador.

E mais: Insatisfeita, diretoria do PSG pode demitir o brasileiro Leonardo, afirma jornal

Getty Images
Leonardo deve deixar o PSG

Técnico da equipe de Milão entre 2010 e 2011, Leonardo tem bom relacionamento com Moratti e prestígio junto ao mandatário, já que conquistou o título da Copa da Itália durante o período em que comandou o time. Além disso, o fraco desempenho da Internazionale no Campeonato Italiano, onde ocupa a quinta colocação, com 43 pontos, também tem contribuído para possível demissão do treinador Andrea Stramaccioni.

Atleta profissional entre 1987 e 2003, Leonardo somou duas passagens pelo futebol italiano em sua carreira, sendo ambas pelo arquirrival da Internazionale, Milan. Após se aposentar, o brasileiro se tornou dirigente do clube rubro-negro, exercendo função de consultor de mercado entre 2003 e 2009.

Leonardo deixou o cargo diretivo em 2009 e assumiu como treinador do Milan, ficando uma temporada na função. Em dezembro de 2010, quando já estava desempregado, acertou com a Internazionale, onde permaneceu até 2011, período em que aceitou proposta do Paris Saint-Germain para ser dirigente-esportivo em parceria com um fundo de investimento árabe.

Leia tudo sobre: LeonardoPSGInternazionaleItáliaFrançaFutebol Mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas