João Moutinho marca impedido e define vitória por 1 a 0 dos portugueses no estádio do Dragão, na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões

João Moutinho comemora após marcar gol do Porto
AP
João Moutinho comemora após marcar gol do Porto

O Porto foi muito melhor do que o Málaga na partida de ida das oitavas de final Liga dos Campeões da Europa, nesta terça-feira, no estádio do Dragão, mas só conseguiu fazer 1 a 0, com um gol impedido do meia João Moutinho. Com a vitória, a equipe portuguesa vai à Espanha com a possibilidade de jogar pelo empate para avançar às quartas de final do mais importante torneio europeu.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O gol irregular do Porto saiu aos 11 minutos do segundo tempo, após boa jogada do lateral brasileiro Alex Sandro, autor da assistência. Moutinho, no momento do passe, estava à frente da linha de defesa espanhola e ficou na frente do goleiro Willy Caballero antes de completar.

O resultado acabou com a invencibilidade do time espanhol na competição europeia. A partida contou com a presença de seis brasileiros em campo. Danilo, Alex Sandro e Fernando jogaram Porto, enquanto Weligton, e os apagados Júlio Batista e Lucas Piazón, pelo Málaga.

Em 13 de março, as equipes fazem o duelo de volta em Málaga, quando decidirão a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. A equipe espanhola precisa de uma vitória para se classificar, enquanto os portugueses jogam por um empate.

Veja imagens dos jogos desta terça pela Liga dos Campeões:

O jogo

O Porto iniciou muito melhor, pressionando o Málaga no campo de defesa e criando várias jogadas de perigo, mas sem finalizar com qualidade. Mais incisivo e chegando tanto em lançamentos longos como em bolas pelas laterais.

Aos 17, a equipe portuguesa quase marcou em cobrança de escanteio de João Moutinho. Jackson Martínez desviou na primeira trave e quase Fernando conseguiu completar de peixinho. Na sequência, Varela teve no chance, mas adiantou demais após enfiada de Moutinho e permitiu o corte de Antunes.

Aos poucos, a blitz do Porto esfriou, mas o Málaga não conseguia se organizar em campo e errava demais na transição para o campo de ataque. Em um desses vacilos, Moutinho roubou a bola a arriscou de fora da área, mas pegou muito fraco.

O artilheiro Jackson Martínez ainda teria uma grande chance, aos 38, mas também não conseguiu finalizar com força.

Em um segundo tempo mais equilibrado, o Porto se matinha superior, mas o Málaga esboçava alguns ataques mais perigosos, principalmente pela esquerda com o português Antunes.

O único gol da partida veio aos 11 minutos, em um lance irregular. Alex Sandro fez grande jogada, roubando a bola e servindo João Moutinho, que apareceu adiantado nas costas da defesa e marcou com um toque de primeira. Após o gol, a defesa do Málaga ficou reclamando de impedimento do meio-campista português, não marcado pelo árbitro Mark Clattenburg.

Após ficar em desvantagem, a equipe espanhola ainda tentou sair para o jogo, mas não conseguiu furar a bem postada defesa portuguesa. O Porto também procurou o ataque para ampliar a vantagem, mas também pouco criou.

Júlio Batista, que nada fez durante o jogo, deu lugar a Lucas Piazón no fim do segundo tempo, mas o jovem atacante também não foi efetivo. O Málaga terminaria a partida sem obrigar Helton a fazer uma defesa de elevada dificuldade.

FICHA TÉCNICA - PORTO 1 X 0 MÁLAGA
Local:
Estádio do Dragão, em Porto, Portugal
Data: 19 de fevereiro de 2013, terça-feira
Horário: 16h45 (de Brasília)
Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)
Assistentes: Simon Beck (Inglaterra) e Stuart Burt (Inglaterra)
Cartão Amarelo: Iturra (Málaga)

Gol:
PORTO: João Moutinho, aos 11 minutos do segundo tempo

PORTO: Helton; Danilo, Otamendi, Mangala e Alex Sandro; Lucho Fernando, Lucho González (André Castro), João Moutinho e Izmailov (Atsu); Jackson Martínez e Varela (James Rodríguez)
Técnico: Vítor Pereira

MÁLAGA: Willy Caballero; Sergio Sánchez, Weligton, Demichelis e Antunes; Toulalan, Joaquín (Portillo), Iturra(Camacho) e Isco; Júlio Batista (Lucas Piazón) e Santacruz
Técnico: Manuel Pellegrini

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.