Jogador do Palmeiras disse que, antes do jogo, ouvia falar do favoritismo do Corinthians e isso acabou motivando o time para o clássico

Vilson exibe escudo do Palmeiras na comemoração do gol diante do Corinthians
Gazeta Press
Vilson exibe escudo do Palmeiras na comemoração do gol diante do Corinthians

Ao empatar o clássico deste domingo, Vilson, em seu segundo jogo pelo Palmeiras , saiu correndo em direção à torcida corintiana mostrando o símbolo do clube. A atitude empolgou tanto que fez Patrick Vieira repetir o gesto olhando diretamente os torcedores rivais. O recado era claro: o Palmeiras também é grande.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Nem pensei na torcida do Corinthians. Foi para mostrar que somos homens", explicou Vilson, convicto de que sua comemoração não foi a única prova da força palmeirense. "O Palmeiras também é um clube grande, com muita pressão e uma torcida muito grande. E essa é a nova cara do Palmeiras, com muita vontade."

O discurso e a postura são uma consequência dos comentários anteriores ao clássico. Vilson conta que Gilson Kleina nem precisou lembrar que o favoritismo era dado ao adversário. O ambiente às vésperas do derby, ainda mais com o Palmeiras na condição de visitante, motivou o time que foi rebaixado no Brasileiro diante do atual campeão mundial.

"Víamos na televisão e em todo lugar o favoritismo do Corinthians. Não tiramos o mérito deles, mas acreditamos muito mais e isso serviu de motivação. Não gostamos de levar porrada", definiu o zagueiro, que tem jogado como volante. "Botamos na cabeça que jogaríamos de igual para igual. Mostramos que somos um grupo de guerreiros e vamos lutar sempre pelo Palmeiras", prometeu.

A preocupação de Gilson Kleina é que o time, mesmo ciente da qualidade do rival, não se limitasse a marcar. E Vilson obedeceu bem à instrução do ataque, tanto que foi à frente e conseguiu completar cruzamento de Wesley nas redes. A sequência do clássico, com o Corinthians empatando após o Verdão buscar a virada, não desanimou o jogador que chegou ao clube há uma semana.

"Estou muito feliz, foi um resultado importante para dar algo a mais. Começamos com o pé direito, ganhando na estreia da Libertadores e agora empatando um jogo importante com mando do Corinthians. Agora temos a semana para entrosar bem e formar um grande grupo para dar sequência durante o ano", projetou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.