Marcelo Oliveira aprova Cruzeiro e nega surpresa com jogo do Guarani

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico entende que as dificuldades serão comuns durante os jogos do Mineiro e que o time cruzeirense tem que procurar sair fortalecido de confrontos como o deste domingo

Vipcomm
Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro

O técnico Marcelo Oliveira afirmou que o Cruzeiro não foi surpreendido pelo sistema defensivo implantado pelo Guarani, que garantiu o empate sem gols entre as duas equipes neste domingo. O comandante cruzeirense alega que assistiu ao último jogo do Bugre, contra a Caldense, e que alertou os jogadores sobre a forma de jogar do time de Divinópolis, mas que faltou fazer um gol para abrir a marcação adversária.

"Nós sabíamos que o Guarani viria fechado, vimos o jogo contra a Caldense e passamos para os jogadores que eles jogam atrás da linha da bola e contra-atacam muito bem. Este é o tipo de jogo que quem convive com o futebol há muito tempo sabe que você precisa de um gol para quebrar a proposta do adversário. Quando fica sem fazer o gol, os jogadores enchem de gás, mas é elogiável a condição física do Guarani, que suportou o tempo todo", declarou.

Marcelo Oliveira entende que as dificuldades serão comuns durante os jogos do Campeonato Mineiro e que o time cruzeirense tem que procurar sair fortalecido de confrontos como o deste domingo.

"As dificuldades virão e as adversidades também. A gente tem que ficar fortalecido e procurar melhorar. O volume de jogo no campo do adversário foi bom, só com um pouquinho de ansiedade agora no final. Tentamos todas as formações ofensivas que poderia nos fazer criar mais situações de gol, mas infelizmente o goleiro estava em uma noite feliz", analisou.

Leia tudo sobre: cruzeiromineiro 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas