O jogador estava levando a sua esposa no aeroporto quando foi assaltado por dois ladrões, que quebraram o vidro do seu carro e levaram seu relógio

Hamsik foi assaltado após o empate da Lazio
AP
Hamsik foi assaltado após o empate da Lazio

O domingo não foi um bom dia para o meia Hamsik. Após o empate por 0 a 0 com a Sampdoria que impediu que o Napoli se aproximasse da líder Juventus, que perdeu para a Roma por 1 a 0, o eslovaco foi assaltado na cidade de Nápoles.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O jogador estava a caminho do aeroporto para deixar sua esposa quando foi assaltado à mão armada por dois ladrões, que quebraram o vidro de seu carro e levaram um relógio de luxo. Foi o terceiro incidente do tipo desde que o meio-campista foi contratado pelo Napoli, em 2007.

"Estou muito triste pelo que aconteceu depois da partida. É a terceira vez que acontece isso desde que cheguei aqui. É uma pena que essas coisas aconteçam, mas, infelizmente, é uma das dificuldades de se viver em Nápoles", declarou o jogador.

Mesmo tendo sido assaltado três vezes, Hamsik não foi a única vítima da violência da cidade de Nápoles dentro do elenco do vice-líder do Campeonato Italiano. Além dele, o atacante argentino Ezequiel Lavezzi, o volante suíço Valon Behrami e o centroavante uruguaio Edison Cavani já foram prejudicados pela criminalidade da cidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.