Brunoro contesta críticos: "Nós perdemos desde que o Barcos saiu?"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Ficam falando um monte de coisa e precisam parar. O Palmeiras precisa decidir se quer ser grande ou não", avaliou o dirigente

Há dez dias, José Carlos Brunoro tem sido intensamente criticado inclusive por conselheiros do Palmeiras pela negociação de Barcos com o Grêmio, que ainda ‘deve’ um jogador ao Verdão. O diretor executivo, porém, ficou tão satisfeito com o empate com o Corinthians neste domingo que ressaltou: o time está invicto desde a saída do argentino.

No domingo: Romarinho marca e garante empate do Corinthians contra o Palmeiras

Gazeta Press
José Carlos Brunoro, dirigente do Palmeiras

"Falam mal da saída do Barcos, mas pergunto: perdemos desde que ele saiu?", perguntou o dirigente, ciente de que a equipe empatou com Mogi Mirim e Corinthians e estreou na Libertadores com vitória por 3 a 1 sobre o Sporting Cristal, do Peru, no Pacaembu, depois que o centroavante foi para Porto Alegre.

"Ficam questionando se uma compra foi boa, se um negócio foi bom, mas quero saber se estão dispostos a ajudar o Palmeiras. Ficam falando um monte de coisa e precisam parar. O Palmeiras precisa decidir se quer ser grande ou não", continuou rebatendo Brunoro, irritado.

Em todas as suas entrevistas, Brunoro ressalta que já contratou oito jogadores (Charles, Marcelo Oliveira, Ronny, Kleber, Weldinho, Vilson, Leandro, Léo Gago e Rondinelly) em pouco mais de três semanas no cargo, e ainda busca mais um que o Grêmio prometeu ao adquirir Barcos. E o elenco montado pelo dirigente já gera satisfação.

"O Corinthians tem um time que está junto há dois anos e um superelenco enquanto nós ainda estamos estreando jogadores. Estou muito satisfeito. Fiquei extremamente satisfeito com o que vi", falou Brunoro, valorizando até a semana de concentração em Itu para ressaltar a união do elenco.

"Não é o ideal, mas a vontade que mostraram em campo foi muito boa. É assim que tem que acontecer. Se continuarmos assim, vamos cortar um bom tempo para montar um bom time", apostou.

Leia tudo sobre: barcospalmeirasjosé carlos brunoro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas