Insatisfeita, diretoria do PSG pode demitir o brasileiro Leonardo, afirma jornal

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

De acordo o "L'Equipe", "carisma" de dirigente não é mais necessário com estrelas no time

Getty Images
Nasser Al-Khelaifi (presidente do PSG) e Leonardo, diretor-esportivo do clube francês

O diretor-esportivo do Paris Saint-Germain, Leonardo, pode estar com os dias contados no clube. Isto porque, de acordo com as informações da imprensa francesa, a diretoria não viu com bons olhos as suas recentes declarações que apontavam para um interesse de comandar tecnicamente um time inglês.

Deixe seu comentário para esta notícia

"Atualmente, nós não precisamos tanto de um diretor-esportivo carismático. Os grandes jogadores também querem representar o PSG, com ou sem o Leonardo", afirmou uma fonte da Qatar Sports Investments, que comanda o clube francês, ao L’Equipe.

Caso realmente deixe o time do meia Lucas no meio deste ano, Leonardo voltaria a exercer a função de comandante: entre 2009 e 2011, o brasileiro teve passagens pelos dois maiores times de Milão, o Milan e a Internazionale, onde não conseguiu se firmar.

E assim como Leonardo, o técnico Carlo Ancelotti é outro que pode deixar o Parque dos Príncipes na próxima temporada. O treinador não é unanimidade na cúpula parisiense, que ainda se encanta com as possibilidades de contar com José Mourinho, do Real Madrid, e Arsène Wenger, do Arsenal.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas