Portuguesa aumenta concorrência no ataque e anuncia dois argentinos

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Lucero fica até final do Brasileirão. Já Arraya tem vínculo até maio e terá de conquistar espaço na Série A-2 do Paulistão

Site oficial/Portuguesa
Juan José Arraya, de 26 anos, foi contratado pela Portuguesa

Mesmo com Diego Viana em boa fase no Campeonato Paulista da Série A2, a diretoria da Portuguesa apresentou, na manhã deste sábado, dois novos reforços para a temporada 2013. Depois de um atraso na chegada por conta do feriado de Carnaval, os atacantes argentinos Manuel Lucero e Juan ‘Flecha’ Arraya vestiram a camisa rubro-verde e já participaram do primeiro treinamento sob o comando do técnico Péricles Chamusca.

Deixe seu comentário para esta notícia

Atualmente, Diego Viana é o único homem de referência da Lusa, que não conseguiu renovar com Bruno Mineiro e perdeu a concorrência por nomes como Marcel e Nunes porque disputa apenas a Série A2 estadual. Os dois têm 26 anos, mas assinaram contratos diferentes: enquanto Lucero assinou até o final do Brasileirão, Arraya terá que provar seu valor com vínculo apenas até o fim do Paulistão."Que seja um lindo ano, porque chego com uma expectativa e uma ansiedade muito grandes. Chego a um clube que me abriu as portas e espero ser muito útil para a equipe. Sou uma pessoa que chega com o pensamento de ser campeão. Graças a Deus em todos clubes em que estive, fui campeão", discursou Lucero, principal esperança da Lusa entre os dois novos contratados.

Juan Manuel Lucero é natural da cidade argentina de Mendoza, mas ganhou projeção internacional atuando no futebol do Chile, por equipes como Coquimbo e Colo Colo. Naturalizado chileno, o atacante ainda defendeu Olimpia e Cerro Porteño, do Paraguai, e Colón e Defensa y Justicia, da Argentina. Sem oportunidades no Cerro, veio sem custos para a Portuguesa até dezembro de 2013.

"Trato sempre de dar o melhor em campo. Sempre se espera o melhor dos atacantes. Não pode ter bola perdida. Temos que tratar de jogar como um torcedor. A partir de agora me transformei no torcedor número um da Portuguesa. Sou um atacante de área e nós, atacantes, vivemos de gol e para isso nos contratam. Quero ajudar o grupo, com muita entrega", foram as palavras do jogador apelidado de Flecha, mas que atua como típico camisa 9.

Com contrato apenas até maio de 2013, Juan José Arraya nasceu em San Salvador de Jujuy, mesma cidade em que começou a carreira defendendo o Gimnasia. Por empréstimo, Flecha ainda vestiu as camisas de Juventud Antoniana, também da Argentina, e Universidad Concepción, do Paraguai, antes de chegar ao Técnico Universitário, terceiro colocado do Campeonato Equatoriano, clube em que não recebia oportunidades.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas