Vice do São Paulo responsabiliza prefeitura por estrago no Morumbi

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Chuvas fortes causaram prejuízo ainda não contabilizado na área social do clube no Morumbi

Marcos Bezerra/Futura Press
Estragos causados pelas chuvas que alagaram o clube do estádio do Morumbi, na zona sul de SP

Um dia depois da inundação na parte social do estádio do Morumbi, o vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, reclamou da prefeitura por ainda não ter feito obras para conter os problemas causados pelas chuvas no bairro.

A culpa é de quem? Deixe sua opinião

"A responsável é a prefeitura, que tem obras anunciadas e não faz. São quatro piscinões, a canalização do córrego Pirajuçara, o prolongamento da avenida perimetral e as desapropriações que não fez", afirmou o dirigente.

O temporal que atingiu a capital paulista na noite de quinta-feira causou destruição na parte social do Morumbi, invadindo também os vestiários do estádio. Porém, o campo está liberado sem restrições para o jogo deste sábado, contra o Ituano, enquanto as áreas utilizadas pelos associados foram destruídas.

Apesar de fazer parte da administração estadual paulista, Jesus Lopes nega qualquer cunho político em sua reclamação. "Estou falando como vice-presidente do São Paulo, até porque o prefeito assumiu recentemente. Não estou fazendo críticas, apenas chamando a atenção porque as obras programadas ainda não foram executadas".

O diretor responsável pela administração do Morumbi é o vice-presidente social e de esportes amadores do clube, Roberto Natel, que estipula um prazo de dez dias para recuperar todas as áreas afetadas na inundação.

*com Gazeta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas