Confiante, Carlos Eduardo sonha com gol na estreia pelo Flamengo

Por O Dia |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogador vem sendo escalado como titular por Dorival Junior nos treinos e deve fazer seu primeiro jogo com a camisa do time carioca no clássico de domingo, contra o Botafogo

Carlos Moraes / Agência O Dia
Carlos Eduardo deve atuar 60 ou 70 minutos diante do Botafogo no domingo

As boas recordações que Carlos Eduardo tem de sua passagem pelo futebol russo são escassas. Mas uma delas lhe serve de inspiração para a sua estreia domingo, contra o Botafogo. Apesar de ter jogado apenas 13 partidas em dois anos, guarda na lembrança os dois gols que fez na primeira vez que defendeu o Rubin Kazan, na vitória por 3 a 0 sobre o Amkar Perm. Agora, quer repetir a dose com a camisa do Flamengo.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

“Na Alemanha e na Rússia estreei com gol. Se puder fazer o mesmo aqui será maravilhoso. A confiança está boa. Chegou o momento. Já tinha feito três jogos pela Liga Europa, baixei meu peso, embora ainda tenha que perder mais um quilo, e estou preparado”, disse o camisa 10, tropeçando na memória, já que não balançou as redes no seu primeiro jogo pelo Hoffenheim - derrota por 3 a 2 para o Freiburg.

Leia mais: Dorival mantém Carlos Eduardo no time titular em treino do Flamengo

Os dois gols na estreia pelo Rubin Kazan, em 12 de setembro de 2010, foram os últimos de Carlos Eduardo. Os dois anos de inatividade deixaram o jogador com fome de bola. Foi ele que pediu para Dorival Júnior escalá-lo no clássico.

“O Dorival veio conversar comigo. Eu disse que estava legal, mas que nós conversássemos mais depois, porque estou sentindo um pouco de cansaço, treinei durante todo o Carnaval. Mas disse que quero ir para o jogo e ajudar ao máximo”, revelou.

Ainda em busca da forma física ideal, Carlos Eduardo não se considera apto para jogar uma partida inteira. O meia-atacante, porém, quer dar tudo até quando aguentar. Ele espera suportar entre 60 e 70 minutos.

Há menos de um mês no Flamengo, ele exibe facilidade para se entrosar. Nos dois dias que treinou no time titular, parecia já fazer parte do time há muito tempo. Ele jogará aberto pela direita, enquanto Rafinha fica na esquerda e Hernane, ao cento. Mas os dois da ponta do trio ofensivo podem trocar de lado durante a partida para criar opções.

Leia tudo sobre: flamengocarlos eduardocarioca 2013clássicoestreia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas