Justiça francesa vai investigar jogador por prostituição de menores

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Este é o segundo escândalo envolvendo jogadores franceses e prostituição infantil no mesmo mês

AP
Yann M’Vila, jogador da França

Em novembro de 2012, o jovem volante francês Yann M’Vila, de 22 anos, foi suspenso da seleção nacional por 20 meses por ter ido a uma boate pouco antes de um dos jogos das Eliminatórias para a Euro-2013 sub-21. Agora, a Justiça francesa vai investigar o jogador por prostituição de menores.

De acordo com o site francês France Info, o nome do jogador voltou às polêmicas depois que seu contato foi encontrado no celular de uma prostituta de 16 anos detida pela polícia, inicialmente por roubo.

Além do contato do jogador do Rubin Kazan, da Rússia, algumas fotografias e mensagens de texto podem comprometer o volante e uma investigação preliminar já foi aberta.

Este é o segundo escândalo envolvendo jogadores franceses e prostituição infantil no mesmo mês. Antes, no dia 18 de janeiro, a Justiça francesa já havia anunciado oficialmente o julgamento de Ribéry e de Benzema, que são acusados de terem procurado a marroquina Zahia antes de ela ter completado 18 anos. Ambos saerão julgados em junho.

Leia tudo sobre: françafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas